Wellington Duarte

15/10/2019
 
 DIA DO PROFESSOR: O ALVO DA FÚRIA FASCISTA-BOLSONARISTA
 
A comemoração do Dia do Professor, instituído por lei, através do Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. E neste Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".
 
No ano seguinte deu-se o Golpe Militar, em 1° de abril, Dia da Mentira, que mergulhou o país em 21 anos de Ditadura, que logo depois de iniciada tornou alvo os professores e estudantes, principalmente os universitários.
 
Hoje, em 2019, quando um processo eleitoral, sabidamente fraudado pelas fake news, colocou no poder uma horda ignorante e cruel, a profissão de PROFESSOR, sofre um dos maiores ataques já visto na história desse país.
 
O ministro da Educação, Weintraub, um professor, lidera essa cruzada de imbecis numa cruzada insana contra as universidades públicas, a ciência e o ensino, ou seja, Dia do Professor, o maior algoz da Educação, é um professor.
 
A Educação, e por conseguinte, o professor, atemoriza essas mentes deformadas que hoje governam o país, mas essa horda será derrotada.
 
Viva o Dia do Professor!