Renato Moraes

15/04/2022

 

Nossa dica para o feriadão é um roteiro por mais sete municípios da Borborema potiguar. Sugerimos um trajeto que sai de Natal passando por Macaíba, Bom Jesus, Serra Caiada, Santa Cruz, Coronel Ezequiel, São Bento do Trairi e Jaçanã, já na fronteira com a Paraíba. Borborema vem do tupi ybymbore'yma, que significa “terra sem habitantes" (yby, terra + mbora, povo + e'yma, sem). A região é composta, no total, por 16 cidades. 
 
A gente sugere logo uma paradinha em Serra Caiada, que ganhou esse nome pela serra de 285 metros de altitude, um dos destinos preferidos dos escaladores no RN. Para quem quer apenas admirar a beleza do alto da serra, há uma trilha que leva até o topo. 
 
Mais 50 km e você chega a Santa Cruz, famosa pela estátua de Santa Rita, o maior monumento católico do mundo. Seguindo em frente, o trecho entre santa Cruz e Jaçanã leva menos de meia hora, mas dificilmente o motorista resiste a uma parada para observar a paisagem de vales e serras da Borborema potiguar. 
 
Há pelo menos uns cinco pontos de parada improvisados pelo caminho, mas o mais famoso deles é o Mirante do Rangel, instalado num platô no alto da Serra da Borborema, entre o Rio Grande do Norte e a Paraíba, a cerca de 8 km do centro de Jaçanã.
 
Do mirante é possível avistar as cidades de santa cruz, São Bento do Trairi - no RN - e Cuité, na Paraíba. Por isso quem passa por Jaçanã acaba conhecendo um município e dois estados ao mesmo tempo, pois a linha de fronteira entre RN e Paraíba divide a cidade em duas.
Mas impossível falar da Borborema sem citar Monte das Gameleiras, distante cerca de 140 km de Natal. Para os adeptos do ecoturismo, é um paraíso: uma cidade tranquila, de clima agradável com seus 500 metros acima do nível do mar e com belas paisagens.
 
As atrações turísticas são a própria geografia privilegiada do município, entre elas a Pedra Pintada, a Pedra Navio, a Pedra da Caridade, do Milagre e a Pedra do Magalhães. E também o Açude Pituaçu, a gruta e a capela de Nossa Senhora da Saúde. A cidade tem uma boa estrutura hoteleira, que vai de pequenas até sofisticadas pousadas no alto da serra.
 
Antes chamada Monte Alegre, Monte das Gameleiras ganhou esse nome em 1950, uma referência à paisagem decorada por esse tipo de árvore. Gameleiras pertencem à família das moráceas. Bom feriado a todos.  
Visite nosso site maisturismonordeste.com e siga nossas redes sociais.