Apostando no slogan nem esquerda nem direita, Pablo Marçal (Pros) anuncia expedição pelo Brasil

28/06/2022


Foto: Divulgação

 

Fé no Brasil e aposta no empreendedorismo – esse é o tom da expedição empreendida pelo pré-candidato do Pros à Presidência da República, Pablo Marçal, interagindo com as diferenças de um país continental para completar seu plano de governo, alinhavado com a participação de mais de 200 especialistas, informa a assessoria do pré-candidato.

 

"Estamos inserindo, através dessa expedição, um elemento essencial: o povo",  revela Marçal, que pretende – literalmente – percorrer o Brasil do Oiapoque ao Chuí – de Roraima ao Rio Grande do Sul. A assessoria do empresário informa que ele já visitou “diversas cidades do Nordeste e do Norte do país. E se prepara agora para ir aos Estados do Sul e Sudeste”.

 

"Estamos interagindo com diversas culturas, olhando no semblante de cada brasileiro e levando uma mensagem primordial, que o Brasil precisa absorver: nenhum político vai salvar o país e sim seu povo, que precisa desacreditar dessa mentira de que somos uma nação fadada à pobreza", declara Pablo Marçal. "Não somos e quando mais cedo entendermos isso, mais nos colocamos na rota da prosperidade", diz o texto.

 

Ainda segundo a assessoria, o pré-candidato do Pros também está interagindo com o universo político, dialogando com um leque de doze partidos que têm afinidades com suas propostas centradas em mais proatividade empreendedora e menos Estado – uma diretriz que pretende colocar em prática através da inserção, na grade curricular nacional, de cursos formadores de empreendedores, com potencial para fomentar novos negócios.

 

"O perfil do brasileiro já é empreendedor, mas os dados de fechamento prematuro de empresas sinalizam que a escola deve preparar os brasileiros para que explorem essa vocação com mais suporte e assertividade", aponta Marçal.

 

Sua expedição ainda tem levado aos brasileiros um aceno de paz para a guerra política que se instalou nos últimos anos. "Nem esquerda nem direita", tem dito Marçal, apostando na reunificação do país a partir do trabalho.

 

 

 

"Os brasileiros já sabem que essa é uma guerra improdutiva que não coloca o pão na mesa nem viabiliza a retomada do desenvolvimento, comprometido por essa pendenga politica", acredita Marçal, que espera se viabilizar como terceira via em um país polarizado. "Não estamos condenados a votar nem nesse nem naquele e estou indo a cada canto desse país mostrando que o povo tem opção".

 

Marçal tem 1% das intenções de voto

O morador de Alphaville e pré-candidato a presidente aparece com 1% das intenções de voto na mais recente pesquisa do instituto Datafolha divulgada na quinta-feira (23), pelo jornal "Folha de S.Paulo".

 

Com 3,6 milhões de seguidores somados no Instagram e no YouTube, o multiempresário anunciou sua pré-candidatura pelo PROS em maio, durante o evento denominado "O Destravar da Nação", realizado na Arena Barueri. Na ocasião, Marçal foi enfático em dizer que não representa a terceira via.