Sebrae abre inscrições para mapeamento da economia criativa

26/08/2020


 
Traçar um raio-x dos empreendedores que atuam na área da cultura e das manifestações artísticas e populares do Nordeste. Isso é o que pretende o Sebrae com lançamento do Mapeamento Sebrae de Economia Criativa do Nordeste, um levantamento inédito desse segmento para estimular a economia criativa regiao e apoiar soluções inovadoras para o setor. O projeto vai mapear e impulsionar o potencial de negócios de inovação que utilizam a criatividade como ferramenta, meio, produto ou matéria-prima para soluções. A iniciativa é realizada pelo Sebrae, em parceria com o Impacta Nordeste, com busca e seleção da Pipe.Social. As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 8 de outubro no site http://www.impactanordeste.com.br/economiacriativa. 
 
A ideia é estruturar um perfil dos negócios criativos nordestinos e elaborar ações de fomento ao desenvolvimento do setor, que movimenta cerca de R$ 171 bilhões por ano no Brasil. Os participantes do estudo concorrem a premiação em dinheiro, capacitações e passam a integrar a rede de economia criativa do Sebrae.  
 
A chamada é voltada para Microempreendedores Individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte. Podem participar do projeto empreendedores que atuam em quatro eixos: patrimônio, artes, mídia e criações funcionais. Isso engloba setores como Expressões Culturais Tradicionais (artesanatos, festivais e celebrações), Sítios Culturais (sítios arqueológicos, museus, bibliotecas), Artes Visuais (pinturas, esculturas, fotografias), Artes Dramáticas (música, teatro, dança, ópera, circo, marionetes), Publicidade e Mídia Impressa (livros, imprensa e publicações), Audiovisual (cinema, televisão, rádios), Design (de interiores, de gráfico, moda, joias e brinquedos), Novas Mídias (softwares, jogos e conteúdo digital) e Serviços Criativos (arquitetura, propaganda, P&D, cultura e recreação). 
 
Além de participar da radiografia do setor, os participantes vão concorrer à premiação em dinheiro, capacitação de 20h e conexão na rede de economia criativa do Sebrae. Serão até 8 negócios para a etapa final, mas somente 4 deles serão os grandes vencedores a receber o prêmio de 2 mil reais, por negócio, em cada uma das categorias da economia criativa: Consumo, Cultura, Mídias e Tecnologia.  
 
"Esse levantamento vai permitir conhecer mais a realidade dos negócios criativos do Rio Grande do Norte, assim como de toda a região, gerando uma aproximação maior entre o Sebrae e o setor. Com esse mapeamento, poderemos oferecer soluções mais personalizadas e também estruturar projetos que atendam às necessidades do segmento”, explica a gestora do projeto de Economia Criativa do Sebrae-RN, Ana Ubarana. 
 
Já Marcello Santo, CEO do Impacta Nordeste, acredita que a chamada vai apoiar projetos de inovação em empreendimentos de economia criativa nos estados da região. “O mapeamento é um importante passo para entendermos melhor o  panorama da economia criativa na região. Com esses dados, será possível desenvolver outras iniciativas para fomentar os criativos e ajudar a fomentar esse ecossistema”. 
 
Impacta Nordeste é uma plataforma que une quem faz e ajuda quem quer fazer na área de empreendedorismo social no Nordeste, criando um espaço para conectar, capacitar, divulgar e fomentar  o ecossistema de iniciativas sociais do Nordeste.  Já a Pipe.Social é consideado o maior banco de dados e estudos de negócios de impacto socioambiental do país. A empresa mapeia negócios alinhados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) e com uma base de mais de 4 mil negócios, a Pipe.Social estuda o setor, expõe oportunidades e benchmarks, promove matchings no ecossistema e experiências de inovação com marcas e empresas que desejam se aproximar deste mercado.