SMS Natal inicia o Maio Laranja com encontro sobre violência infantil

13/05/2024 13h43


SMS Natal inicia o Maio Laranja com encontro sobre violência infantil

Foto: Divulgação / SMS Natal
 
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Natal deu início às ações da campanha Maio Laranja promovendo o encontro "Atenção integral no cuidado e atendimento às crianças e adolescentes em situação de violência", para profissionais de saúde de toda a rede municipal. O evento, desenvolvido pelo Núcleo de Prevenção às Violências, Saúde da Criança e o Programa Saúde na Escola (PSE), aconteceu no Auditório da UNIFACEX, e contou com programação ofertando palestras e discussões que expõem a importância de acolher crianças e adolescentes vítimas desse tipo de violência.
 
A psicóloga, coordenadora do núcleo de prevenção às violências e mediadora do evento, Andressa Meireles, reforça a importância do encontro: "O objetivo principal é alertar profissionais de saúde sobre a importância de um acolhimento humanizado e de estar atento aos sinais que as crianças possam apresentar, como mudança de comportamento, por exemplo. Apresentamos também o centro de referência para crianças e adolescentes que atende crianças em situação de violência sexual, o Abraçar". 
 
O dia contou com palestra de representantes de diversos órgãos que falaram sobre suas experiências nos serviços que atende a demanda de violência infantil, foram eles: Suzanny Bezerra Cavalcante Lopes, Analista Ministerial na área de Serviço Social; Gilliard Laurentino, Psicólogo (Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente - Casa Renascer); Ricardo Eduardo Lins Batista Neto, Delegado de Polícia (Delegacia Especializada na Proteção da Criança e do Adolescente de Natal); Amanda do Nascimento Correia de Morais, Chefe do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANTS); e Frankyleide Santana Gomes, Diretora do Centro de Referência para a Criança e Adolescente em Situação de Violência (Abraçar).
 
"É uma parceria muito importante com a segurança pública, já que todos esses agentes, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos, enfermeiros, Ministério público e ITEP, atuam de forma conjunta para realizar atendimento humanitário à criança e o adolescente, vítimas de violência", declara uma das palestrantes, Frankyleide Gomes, Diretora do Centro de Referência "Abraçar", salientando sobre a interseccionalidade dos setores responsáveis pelo protocolo de prevenção e proteção à violência infantil.
 
Amanda Moraes, chefe do Núcleo Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANTS), apresentou a importância das equipes de saúde ficarem atentas e notificarem casos no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) do Ministério da Saúde. "É um protocolo próprio da saúde para que esse atendimento gere ações de proteção para essas pessoas no futuro. A partir das notificações, conseguimos identificar quem são essas pessoas, onde ocorre, o tipo de violência, os acusados e como gerar estratégias protetivas".
 
Maio Laranja
 
Maio Laranja é o mês de conscientização acerca do abuso e exploração infantil no Brasil. A campanha busca dar visibilidade à violência sexual contra crianças e adolescentes no país ao provocar conversas sobre esse assunto para que as pessoas conheçam o problema antes de combatê-lo. 
 
Durante todo o mês de maio, a SMS Natal contará com ações voltadas à Campanha Maio Laranja, com rodas de conversas e ações desenvolvidas em escolas pactuadas pelo Programa Saúde na Escola (PSE), reforçando os cuidados com a violência contra as crianças.
 

Fonte: Com informações de SMS Natal