Liliana Borges

01/01/2022

 

CASCAIS, Boas Festas…

 

Cascais é uma charmosa cidade portuguesa situada na área metropolitana da capital do país a cerca de 32 km. O concelho é composto por quatro freguesias: Cascais e Estoril; Carcavelos e Parede; Alcabideche e São Domingos de Rana com população de 214.134 habitantes (2021).

O lugar é tão gracioso que podemos visitar e curtir em todas as estações do ano, e uma das formas de acesso é utilizar o comboio que faz a linha do Cais do Sodré à Cascais passando por adoráveis localidades.

Nesta época natalina a cidade parece mágica que enchem nossos olhos com suas belas ruas decoradas, sempre realiza eventos culturais como este ano “Cascais é Natal, a Magia do Natal à Sua Porta”. O cortejo desfilou por vários roteiros, atraindo moradores e turistas com muita arte e alegria incluindo a presença de “Papai Noel” que por aqui é nominado “Pai Natal” e, mais várias outras atrações e muita animação.

Na localidade naturalmente transita pessoas a todo instante e podemos escutar o burburinho de diversos idiomas ao mesmo tempo, onde as pessoas se misturam em harmonia com a natureza e a cidade, se não fossem as máscaras nos rostos poderíamos esquecer até um pouco da pandemia, mas mesmo assim é um lugar fascinante.

Passei o Natal deste ano por lá e apesar do tempo chuvoso tem sempre seus encantos, a Cidadela de Cascais se destaca na paisagem. Fortaleza situada na baía que é um conjunto de edificações compreendendo o Forte de Nossa Senhora da Luz, a Torre de Santo Antônio e o Palácio da Cidadela, este complexo tinha a função de defesa da costa naquela altura ao acesso à Lisboa, mais adiante por volta de 1870 passou a ser residência de verão dos reis portugueses e atualmente do Presidente da República.

O complexo das três edificações que está localizado entre a Ponta do Salmodo e o Clube Naval de Cascais foi classificado como “Imóvel de Interesse Público” desde o ano de 1977. O Palácio da Cidadela abriu ao público em 2004, onde as visitas são realizadas através do Museu da Presidência da República.

A região foi palco de muitos acontecimentos ao longo da história com presença humana a cerca de 2000 a.C., porém a origem da cidade como entidade independente está voltada a 1364 com a “Carta da Vila”, quando o Rei D. Pedro I de Portugal separou do Termo de Sintra em decorrência de seu desenvolvimento econômico.

Cabe mencionar algumas curiosidades e entre elas foi na baía de Cascais que desembarcou Cristóvão Colombo quando retornou da primeira viagem à América em 4 de março de 1493, como também, Luís de Camões em 7 de abril de 1570 por haver uma peste em Lisboa e motivo pelo qual está assentada sua estátua no centro da vila.

Na atualidade é um lugar bastante disputado devido aos renomados restaurantes, cafeterias, hotéis, alojamentos locais e gracioso comércio. Na passagem de ano é concorridíssima, pois além de vila aconchegante e sua beleza natural realiza costumeiramente um belíssimo espetáculo pirotécnico que atraem inúmeros turistas.

Entretanto com as atuais medidas tomadas para o combate da pandemia não será possível ajuntamento de mais dez pessoas e consumo de bebidas alcoólicas nas vias públicas e, consequentemente, foram suspensos inúmeros espetáculos musicais e fogos de artifícios pelo país.

E mesmo assim, é um lugar belíssimos que vale muito conhecer e curtir cada canto, recanto e encantos…

Esperança de dias melhores…

Acreditem…

Venha 2022…

FELIZ ANO NOVO!