Liliana Borges

05/09/2020
 
SANTARÉM, Pedro Álvares Cabral
 
 
Santarém é capital do Distrito com o mesmo nome, como também, é sede do Concelho que  é subdividido em 18 freguesias, com aproximadamente 61.752 habitantes (2011), cerca de 83 Km de Lisboa. Os primeiros vestígios registrados da presença humana na região se referem ao Século VIII a.C. e, ao longo de sua história foi dominada por vários povos, por último foram os mouros em 715, somente conquitada pelos cristãos em 1147 por D. Afonso Henriques que foi o primeiro Rei de Portugal.
 
O nosso querido Pedro Álvares Cabral, nasceu em Belmonte, mas viveu até o final de sua vida em Santarém, onde possuia casas e propriedades. Seus restos mortais foram trasladados em 1529 para a Capela de S. Evangelista na Igreja de Santa Maria da Graça, em Santarém, que foi adquirida pela sua esposa D. Isabel de Castro, descendente dos fundadores do convento por linha direta. Pedro e Isabel era um casal de fidalgos nobres e abastardos, viviam nas terras de Santarém em um palecete cerca da Igreja da Graça, hoje denominado “Casa do Brasil”, Consulado Honorário do Brasil.
 
Um dado curioso foi o desafeto entre o Rei D. Manoel I e Cabral, o monarca o nomeou para capitão-mor da quarta armada, mas este nunca voltara ao mar, restando um pacto de silêncio entre ambos. Ele foi enterrado em cova (campa) rasa, despido de todas as glórias, posteriormente, foi encontrado seu túmulo com várias ossadas, mas não foi comprovado qual seria a sua, na época, a ciência era desprovida de conhecimentos específicos. Em 1903, a campanha nacionalista requereu o traslado para o Rio de Janeiro; uma parte foi para o Brasil, outra mais adiante doada para Belmonte, Igreja de São Tiago e, o restante permaneceu na Graça.
 
A campa rasa tem a seguinte descrição: “Aqui jaz Pedro Alvares Cabral e Dona Isabel de Castro, sua mulher, cuja é esta capela e de todos os seus herdeiros, a qual depois da morte de seu marido foi camareira-mor da Infanta Dona Maria, filha del Rei Dom João, nosso Senhor ho terceiro deste nome.”  Cabe observar que as camareiras eram oriundas da nobreza que exerciam também a função de dama de companhia, era considerado um privilégio servir a família real.
 
A Casa do Brasil, anterioemente citada,  tornou-se um espaço que registra a memória da relação de Santarém com os Descobrimentos e, atualamente é um importante centro de divulgação histórico e cultural da cidade. Os nossos laços com Portugal são muito fortes, inclusive em Natal, capital do Rio Grande do Norte (BR), encontra-se o marco deixado pela coroa portuguesa demarcando como seu o terrítório, Marco Colonial de Touros, pois foi chantado nesta Praia, datado de 1501, considerado o monumento colonial mais antigo no país.
 
Cabe destacar que Natal é um dos pontos no Brasil mais próximos da Europa e, Parnamirim que faz parte de sua região metropolitana foi base militar americana na II Guerra Mundial, denominada “Trampolim da Vitória” e, a partir do mês de outubro a Companhia Aérea Portuguesa TAP voltará a atuar nesta rota Natal/Lisboa, o vôo é direto com duração, aproximadamente, 7 horas. É de grande importância para o turismo no Estado, o qual possui uma excelente rede hoteleira, motivo que possibilitou a realização de jogos na Copa do Mundo de Futebol no Brasil nesta cidade.
 
Ademais, continuando a relatar sobre o verão, merece mencionar o Complexo Aquático de Santarém, suas entradas podem ser adquiridas no local ou pela internet para evitar as longas filas, lugar disputadíssimo! É uma área bastante ampla com várias piscinas, destacando-se entre elas a piscina com ondas, e ainda, há muitas opções de sobrinhas de sol que diferem seus preços de acordo com sua localização e acessórios complementares. Ao longo do dia as famílias pernanecem fazendo piquiniques no seu parque, como é tradição em toda a Europa, levam consigo lanches, bebidas, refeições que assim desejar. 
 
Quanto a culinária, como em todo Portugal é excelente, mas a minha saudade é grande do nosso Brasil e não resisti a saborear uma deliciosaaaa feijoada brasileira no Restaurante “O Pião”, próximo ao Mercado Municipal. Entretanto, há outras saborosas especialidades: Feijoada de Caracoletas, Chanfana de Javali, Galoucho Cabidela, Ossos do Espinhaço à Camponês, Mão de Vaca, Dobrada com Feijão Branco. Imaginem, maravilhosasssss….
 
O Concelho possui um vasto patrimônio histórico, além do belo miradouro “Portas do Sol”, situa-se no local da antiga alcáçova (castelo) de Santarém que ainda existe uma estrutura muralhada com lindos jardins, onde apreciamos o Rio Tejo em outra perspectiva, simplesmente lindíssimo…
 
Vale conhecer...