Ananda Carvalho

30/04/2020
 
 
O Deus ex machina
 
Todo mundo já viu um filme, principalmente de ação, que no momento que tudo vai dar errado o universo salva o dia. Isso é chamado de “Deus ex machina”, que eu não sei exatamente o porque eu achava que tinha a ver com o filme de 2014, que não faz sentido já que a expressão mais antiga, já que vem desde de o teatro grego e significa literalmente “deus surgido da máquina”, ou seja uma solução improvável (geralmente meio estranha) para o fim da obra.
 
Provavelmente lhe é familiar a cena de um filme de ação que na hora que vai dar tudo errado para o protagonista surge a polícia, ou seus amigos, armados até o dente, fuzilando ou prendendo toda a gangue inimiga, ou pra variar um pouco o exército americano salvando o dia novamente.
 
Ou uma tempestade que atrasa tudo, um poder revelado na última hora, o personagem mais forte sendo motivado por um discurso e chegando de última hora, os exemplos vão e vão.
 
Algo que não se encaixa completamente no termo mas pra mim é uma espécie de solução do nada, é como os personagens mais pacatos do mundo simplesmente criam um treinamento militar do nada. A pessoa cai por dias até aprender a andar de bicicleta, falha até não poder mais para conseguir uma carteira de motorista, mas pela simples força do querer e da adrenalina, qualquer pessoa parece conseguir pilotar um helicóptero ou manusear uma metralhadora nesses filmes, mais inspirador que muito livro de autoajuda.
 
E sinceramente com o ano que estamos tendo, seria muito bom um deus ex machina agora.