Ananda Carvalho

23/04/2020
 
O preconceito dentro das causas
 
Cada vez mais tem se falado sobre preconceito, sobre causas LGBTQ+, feminismo, racismo, entre outras; Mas infelizmente ainda muito preconceito até mesmo dentro dessas causas, que era onde menos deveria ter pela lógica. 
 
Um dos principais exemplos sobre é a transfobia no Feminismo radical, onde mulheres que deveriam lutar pelo direito de todas as mulheres, afirmam que pessoas trans não existem, entre outras coisas; O preconceito dentro da própria comunidade LGBTQ+ com a bissexualidade, muitos se assumindo bi e depois falando que foi uma fase, reforçando esse estereótipo, como também acontece com pessoas pansexuais que pela atração não ser ligada há algum ou alguns gêneros, acham que a pessoa vai ficar com absolutamente qualquer pessoa, alguns inclusive achando que pansexualidade envolve objetos, zoofilia, etc.
 
Um assunto muito recorrente é como dentro da comunidade gay há uma cobrança muito grande de estética, porque maioria das pessoas xingam essa cobrança, mas só valorizam pessoas 100% dentro do padrão de beleza, assim como pessoas que fazem pouco de homens afeminados; Tem muitos e muitos outros exemplos que eu poderia por aqui, mas isso daria muito mais que uma coluna. 
 
Obviamente não são todos esses casos em que a maioria das pessoas dentro dessas causas reproduzem esses pensamentos, mas infelizmente não são poucas, então ainda é algo que tem que ser lembrado e o quanto antes eliminado, essas causas já enfrentam muita coisa pra ter que lidar com esse preconceito dentro dela.