Ananda Carvalho

24/10/2019
Continuações ruins de filmes
 
Dois filmes muito famosos nos últimos anos ganham suas segundas partes em outubro e novembro desse ano, Malévola e Frozen respectivamente. Que eu pessoalmente não vejo a hora de ver ambos. E trouxe a tona um pouco o tema “continuações” de filmes.
 
E uma discussão que nunca terá fim é sobre as piores continuações do cinema, por que uma coisa que se sabe sobre Hollywood é que ela não sabe quando parar. Alguns exemplos como Debi&Loide 2, de 2014. Não que o primeiro seja uma obra-prima, mas tem suas partes boas, é um filme engraçado, mas o segundo pega tudo de bom que ainda tinha no primeiro e joga no lixo; Meninas Malvadas 2, que boa parte das pessoas nem sabe que existe ou não viu, esse filme é um ultraje, Meninas Malvadas é um dos clássicos adolescentes dos últimos anos, não merecia uma continuação repetitiva, sem o elenco original, e simplesmente por dinheiro;
 
A Volta do Todo Poderoso pode não ser tão ruim quanto os outros dessa lista, mas sem o Jim Carrey e com um roteiro meio ruim, o filme acaba ficando meio desnecessário; Não podemos esquecer de Batman e Robin e 1997, considerado um dos piores (se não o pior) filmes de super herói já feito; E alguns filmes clássicos que muitas pessoas nem sabem que houve uma continuação como Os embalos de sábado continuam, S. Darko: Um Conto de Donnie Darko, Psicopata Americano 2, O exorcista 2: O herege.
 
Foquei mais em segundas partes de filmes mas muita continuações, que são só pra dar um ponto final ou pra tentar reacender uma franquia, como Karate Kid 4: Uma nova aventura, Exterminador do Futuro: Gênesis, e depois de dois filmes bem-sucedidos de Esqueceram de mim com Macaulay Culkin, fizeram mais três filmes, com elencos diferentes pra tentar lucrar mais com a franquia.