Zootecnistas impulsionam agronegócio sustentável e economia brasileira com superávit recorde

13/05/2024 12h47


Zootecnistas impulsionam agronegócio sustentável e economia brasileira com superávit recorde

Foto: Divulgação / UDESC / Agência Senado
 
Um dos setores econômicos mais dinâmicos do Brasil, o agronegócio tem na esteira de sua expansão o trabalho do zootecnista. Atualmente, o país conta com 21,5 mil zootecnistas inscritos no Sistema Conselhos Federal e regionais de Medicina Veterinária (Sistema CFMV/CRMVs), dos quais 10,6 mil estão em atuação. Deste total, 63,5% são homens e 36,5% mulheres. O trabalho essencial destes profissionais contribui para o desenvolvimento sustentável e para a economia brasileira.
 
Os resultados dessa contribuição são observados em números divulgados pelo Ipea em relação ao primeiro trimestre de 2024, quando o agronegócio brasileiro encerrou o período com superávit acumulado de US$ 32,23 bilhões – crescimento de 2,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.
 
Em reconhecimento ao Dia do Zootecnista – comemorado em 13 de maio –, o Sistema CFMV/CRMVs lançou a campanha "Aqui tem Z... de Zootecnista", destacando a diversidade e expertise desses profissionais em todo o território nacional. O trabalho destes profissionais está, por exemplo, na mesa do café da manhã dos brasileiros.
 
Créditos: Divulgação 
 
A campanha, que conta com a participação de cinco zootecnistas representando cada região do Brasil, ressalta não apenas a importância da profissão, mas também as múltiplas áreas de atuação dentro da Zootecnia. Entre elas, estão produção animal, nutrição, melhoramento genético, manejo e bem-estar animal, gestão ambiental e biotecnologia.
 
A Zootecnia, aliada ao trabalho realizado por profissionais de áreas como a Medicina Veterinária, a Engenharia, a Biologia e a Agronomia, desempenha um importante papelna promoção da Saúde Única, e na garantiada produção sustentável de alimentos de origem animal, no manejo adequado dos recursos naturais e no bem-estar dos animais. Além disso, os zootecnistas são peças fundamentais no fortalecimento do agronegócio brasileiro, contribuindo para a eficiência produtiva e a qualidade dos produtos de origem animal.
 
A presidente do CFMV Ana Elisa Almeida destaca que a atuação dos zootecnistas complementa e enriquece as ações em prol da saúde animal e da sociedade como um todo. “O conhecimento desses profissionais é essencial para o desenvolvimento de políticas públicas e iniciativas de sustentabilidade no campo. É importante destacar e valorizar o trabalho desses agentes que desempenham um papel vital na construção de um setor agropecuário mais sustentável, ético e produtivo para o Brasil. O CFMV parabeniza todos os zootecnistas pelo seu compromisso e contribuição para o progresso do país”, diz.
 
A profissão foi criada no país em 1968, com a publicação da Lei nº 5.550 e tem muita história para contar. Ao longo do mês, uma série de atividades marcará o Dia do Zootecnista 2024 no contexto da campanha “Aqui tem Z...”, quando o público poderá conferir vídeos, cards, podcasts, depoimentos e demais conteúdos preparados para compartilhar conhecimento acerca da profissão.