“Lula está destruindo partidos que possam se opor a ele”, afirma Ciro Gomes

20/04/2022


Foto: istoe.com.br

 

Em sabatina com jornalistas do UOL, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) falou sobre a corrida ao Palácio do Planalto deste ano e aproveitou a oportunidade para reiterar suas críticas à candidatura do ex-presidente Lula (PT). De acordo com o ex-governador do Ceará, a ideia do petista, com as parcerias que está firmando, é minar as possibilidades das legendas que poderiam enfrentá-lo nas urnas. 

 

Como justificativa ao seu parecer, Ciro, que estará no pleito presidencial pela quarta vez, fez uma comparação entre a forma como ele próprio dialoga com os partidos e a maneira como Lula negocia os conchavos políticos. "Tenho me movimentado respeitando as organizações. Diferente do Lula, que está destruindo organizações partidárias que podem fazer sombra a um pensamento mais crítico e progressista, como está fazendo com Psol e PCdoB e PSB, que é uma tragédia", ressaltou o ex-governador do Ceará.

 

Durante a exposição aos jornalistas, Ciro salientou que tem mantido conversas com o PSD e o União Brasil, a fim de tentar se consolidar como um nome de consenso da chamada terceira via. Nesse sentido, na semana passada, o ex-ministro da Fazenda admitiu o canal de comunicação aberto com as legendas que compõem esse bloco, mas estabeleceu, como condição para as tratativas, a saída do ex-juiz Sérgio Moro do processo. 

 

Apesar das reiteradas críticas aos principais adversários, sobretudo ao ex-mandatário, na última pesquisa do PoderData, Ciro apareceu na 3ª posição, com 5% das intenções de voto, ainda distante dos líderes das intenções de voto. O ex-ministro da Fazenda assumiu o posto que era ocupado pelo ex-juiz Sergio Moro (União Brasil), que deixou a disputa após mudar de legenda.