“Os russos não têm coragem de nos enfrentar em uma batalha e estão matando os civis”, diz Zelensky

08/04/2022


Foto: gazetadopovo.com.br

 

Em pronunciamento ao Parlamento Grego, nesta sexta-feira, Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, comentou o ataque a um trem na estação da cidade de Kramatorsk, que ocasionou a morte de 39 pessoas. De acordo com o mandatário, as tropas de Vladimir Putin são covardes, uma vez que estão direcionando sua força militar contras os civis. 

 

Classificando o ato do exército russo como um “mal sem limites”, Zelensky reitera suas exigências à OTAN e aos países do ocidente para que promovam medidas de contenção ao avanço das tropas adversárias no território ucraniano. “Sem força e coragem para lutar contra nós no campo de batalha, os russos estão destruindo cinicamente a população civil. É um mal que não tem limites. Se não for punido, nunca vai parar”, afirmou. 

 

Em relação às possíveis sanções aplicadas à Rússia, Zelensky foi específico, declarando que o sistema financeiro mundial deve estabelecer um bloqueio aos bancos russos. “Enquanto as tropas russas bloquearem cidades pacíficas e deportarem nosso povo, nenhum banco russo tem o direito de ganhar dinheiro no sistema financeiro mundial”, enfatizou Zelensky. 

 

Indo além nos comentários sobre restrições ao país vizinho, Zelensky, que repetiu seu discurso sobre um suposto plano imperialista de Vladimir Putin no que tange à toda a Europa, salientou que as punições da comunidade internacional devem se estender a todos os cidadãos russos. “Eles precisam ser bloqueados. Todos eles devem ser bloqueados e não apenas alguns deles. Além disso, nenhum navio russo deve ter a possibilidade de entrar em qualquer parte do mundo democrático.”