“Lula planejou o que está acontecendo no país”, declara Ciro

29/03/2022


Foto: diariodepernambuco.com.br

 

Nesta segunda-feira (28), em entrevista à TV Tropical, afiliada da Rede Record no Rio Grande do Norte, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) falou sobre o pleito presidencial deste ano e aproveitou para reiterar seu posicionamento crítico em relação ao ex-presidente Lula (PT). De acordo com o político cearense, “o petista planejou a situação atual do país”.

 

Como explicação ao seu parecer, Ciro, que tem perdido espaço nas últimas pesquisas de intenção de voto e atualmente divide o terceiro posto com o ex-juiz Sérgio Moro (Podemos), ressalta que Lula arquitetou a derrota nas eleições de 2018, a fim de fazer o povo esquecer da suposta corrupção do seu governo. 

 

“O Lula planejou o que está acontecendo no Brasil. Perder as eleições para que o povo esquecesse o escândalo da ladroeira generalizada, da corrupção generalizada, e a crise econômica mais grave do Brasil”, ressaltou o pré-candidato.

 

Em análise retroativa, o ex-governador do Ceará também criticou a decisão do Partido dos Trabalhadores em lançar Fernando Haddad como candidato ao Palácio do Planalto em 2018. Além disso, Ciro reitera que não se arrependeu de não ter dedicado apoio a nenhum dos postulantes no último pleito. “Não me arrependo de jeito nenhum. O debate vai esclarecer”, salientou. 

 

Por fim, ainda em ataque ao petista, Ciro afirma que Lula se corrompeu e que o rival é o culpado pela ascensão de Jair Bolsonaro, sobretudo pela sua má gestão no que concerne ao âmbito econômico. “O problema é que Lula se corrompeu de verdade, eu vi isso acontecer e me afastei. Pergunta para o cidadão quando começou o perrengue dele. Tudo isso o Bolsonaro está piorando muito, mas foi o Lula e o PT que produziram, por meio desse negócio de conchavo. Quem foi que colocou o Temer na linha de sucessão?” indagou.