PIB brasileiro cresce 4,6% em 2021, mas país cai para 13º na economia mundial

04/03/2022


Foto: IBGE

 

O Produto Interno Bruto (PIB) do país chegou a R$ 8,7 trilhões no ano passado, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No quarto trimestre, a alta foi de 0,5%. O resultado, segundo analistas, reflete a retomada da economia após a fase mais aguda da pandemia de Covid-19 e o tombo de 2020, quando houve retração de 3,9%. Apesar da recuperação, o Brasil caiu para 13º no ranking economias mundiais.
 
Com esse desempenho o PIB brasileiro em 2021 ocupou o 21º lugar dentro de um ranking com 34 países, segundo levantamento feito pela agência Austing Rating. A lista traz os resultados das principais economias do mundo.
 
Após desabar em 2020, o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil fechou 2021 em alta de 4,6%, totalizando R$ 8,7 trilhões, Esse avanço recuperou as perdas de 2020, quando a economia brasileira encolheu 3,9% devido à pandemia da covid-19. 
 
O mercado financeiro esperava um crescimento de 4,5%, passada a fase mais intensa da pandemia. No quarto trimestre do ano passado, o PIB cresceu 0,5% na comparação com o terceiro trimestre.
 
De acordo com o IBGE, o crescimento da economia foi puxado pelas altas nos serviços (4,7%) e na indústria (4,5%), que juntos representam 90% do PIB do país. Por outro lado, a agropecuária recuou 0,2% em 2021.
 
O levantamento da Austin mostra também que Mesmo com o Brasil caiu de 12º para 13º no ranking das maiores economias do mundo, sendo superado pela Austrália.