RN abre mais 78 leitos clínicos e 13 críticos para pacientes com Covid-19

25/01/2022


Foto: Reprodução

Diante da alta de casos da covid-19 desde a chegada da variante ômicron no estado do rio grande do norte, o que tem gerado um aumento nas internações e na taxa de ocupação de leitos nas redes pública e privada, a secretária estadual de saúde (sesap), abriu nesta terça (25), mais 78 leitos clínicos e 13 críticos (de UTI) para pacientes com Covid-19..

De acordo com a Sesap, esses 91 novos leitos (somados clínicos e de UTI) aumentam em 31% a atual rede disponível. Neste momento, o estado conta com 313 leitos - sendo 135 críticos e 188 clínicos. No pico da pandemia, em 2021, o estado chegou a ter 411 leitos críticos. Com a melhora nos índices, passou a revertê-los no segundo semestre. Ainda segundo a pasta  os leitos clínicos de Covid atualmente são os que têm mais demanda, o que pretende abrir mais 56 leitos nos hospitais do estado ao longo dos próximos dias.

"Esse plano para expansão da rede Covid é resultado de um trabalho amparado nos dados disponíveis. O cenário mostra a necessidade de novos leitos neste momento, então montamos um esforço para que se alcance a expansão da forma mais célere possível, com o esforço conjunto dos municípios. Seguiremos monitorando a situação, tanto da Covid-19 como da Influenza, para avaliar eventuais novas medidas", explicou o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.

 

Veja novos leitos

91 leitos abertos (78 leitos clínicos e 13 leitos críticos)

  • Hospital Geral João Machado (Natal): 17 clínicos e 2 críticos
  • Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi): 7 clínicos e 5 críticos
  • Hospital Maternidade Almeida Castro (Mossoró): 10 clínicos
  • Hospital Regional Dr. Nelson Inácio dos Santos (Assu): 6 clínicos
  • Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros): 3 clínicos
  • Hospital dos Pescadores (Natal): 9 clínicos e 6 críticos
  • Hospital Municipal de Natal: 26 clínicos

59 em expansão (27 leitos clínicos e 32 leitos críticos)

  • Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros): 14 clínicos e 07 críticos
  • Hospital Regional Linfoldo Gomes Vidal (Santo Antônio): 4 clínicos e 5 críticos
  • Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira da Silva (Caraúbas): 3 clínicos e 5 críticos
  • Hospital Regional Monsenhor Expedito (São Paulo do Potengi); 2 clínicos e 5 críticos
  • Hospital Giselda Trigueiro (Natal): 5 críticos
  • Hospital Rafael Fernandes (Mossoró): 4 clínicos