Rogério Marinho deixará a disputa pelo Senado? Assessoria esclarece

23/01/2022


Foto: noticias.r7.com

 

Por meio de nota, Rogério Marinho (PSDB-RN), ministro do Desenvolvimento Regional, rebateu as declarações proferidas pelo deputado Evair de Melo (PP-ES) – vice-líder do governo federal na Câmara, a respeito de sua suposta desistência da disputa ao Senado. De acordo com o ministro bolsonarista, a afirmação é falsa. 

 

No documento, a assessoria de Rogério Marinho ressaltou que a escolha do representante do governo na disputa à cadeira única do RN no Senado da República ainda não foi definida e que, portanto, a fala do deputado Evair é meramente especulativa. “São falsas as afirmações de que o Ministro Rogério Marinho tenha decidido deixar a pré-candidatura ao Senado. Rogério Marinho não foi procurado pela reportagem e não fez qualquer manifestação neste sentido, também não autorizou qualquer deputado a falar em seu nome”, salientou a nota. 

 

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, o deputado Evair de Melo declarou que Marinho teria abandonado a concorrência ao Congresso e passaria a apoiar a candidatura de Fábio Faria (PP-RN), ministro das Comunicações. Segundo relatou o parlamentar, Marinho já estaria disposto a permanecer no ministério. 

 

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a disputa interna entre seus ministros, deixando claro que o único caminho viável é que os dois cheguem a um consenso. “Os dois ministros querem ir para o Senado. Vamos ver se eles chegam a um acordo, porque se os dois resolverem disputar (ao mesmo tempo) fica difícil. Os dois ministros, cada um à frente da sua pasta, têm realizado um trabalho excepcional, não só aqui no Estado, mas também em outras regiões do país”, disse o mandatário.