UFRN: Metrópole Digital abre 1580 vagas para cursos técnicos em Tecnologia da Informação em 2022

03/01/2022


Foto: Ascom/UFRN

 

O Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), anunciou processo seletivo para o preenchimento de 1580 vagas para cursos técnicos na área de Tecnologia da Informação em 2022.

O período de inscrições para prova terá início na próxima segunda-feira (10), com término previsto para o dia 23 (domingo) deste mês. As vagas serão divididas entre os seguintes municípios: Natal, Angicos, Caicó, Mossoró e Pau dos Ferros. Os cursos são válidos apenas para a modalidade semipresencial.

Atualmente, o Instituto dispõe de ênfases em seis âmbitos diferentes. São eles: Automação Industrial, Eletrônica, Programação de Jogos Digitais, Informática para Internet, Redes de Computadores e Internet das Coisas (novidade deste ano).

Para o professor Marcel Oliveira, coordenador dos cursos técnicos do IMD, a oferta dessas novas turmas simboliza a volta de um dos principais valores acadêmicos do Instituto. “Após quatro anos, o IMD volta a ofertar mais de mil vagas para a formação técnica e com abrangência em todos os polos de ensino”, ressaltou o professor.

VAGAS

Conforme consta no edital, para se candidatar a uma das 1580 vagas, o indivíduo precisa estar matriculado ou ter concluído o Ensino Médio. Do total de vagas, 70% delas estão reservadas para pessoas que tenham cursado o Ensino Fundamental em escolas públicas. Das 1580 vagas, 1100 são destinadas para Natal. As 480 restantes serão divididas igualmente para os outros quatro municípios (120 vagas para cada).

As provas estão marcadas para o dia 6 de fevereiro. O processo seletivo é válido para toda a comunidade, não sendo necessário estar matriculado em qualquer programa acadêmico da UFRN.

Os interessados deverão pagar uma taxa de R$ 30 até o dia 24 de janeiro. A isenção desta taxa é possível mediante condições previstas no edital.

CURSOS

Ao longo de todo o curso técnico, os alunos serão acompanhados por profissionais do IMD, que irão comandar atividades pedagógicas e ministrar conteúdo de modo flexível e direcionado, nas modalidades online e presencial.

Para Marcel Oliveira, os cursos técnicos se mostram como um dos principais acessos ao IMD. O Bacharelado em Tecnologia da Informação (BTI) é um bom exemplo disso, uma vez que reserva parte de suas vagas residuais para uma seleção específica para os concluintes da formação técnica. “Vários alunos que foram do técnico estão hoje na graduação. Esses vão sair daqui com uma formação bastante consolidada em TI”, destaca Marcel.

Na capital potiguar, as aulas ocorrerão em turmas no período matutino, vespertino e noturno. Já nas quatro cidades do interior do estado, as atividades acontecerão exclusivamente à noite. Os cursos dispõem de uma grade curricular com carga horária variável, entre 1000 e 1200 horas.

PROVAS

A prova do processo seletivo será composta por 40 questões de múltipla escolha, as quais serão avaliadas no candidato conhecimentos em Cidadania Digital e Colaboração Global; Pesquisa, Gerenciamento de Informações e Comunicação; Pensamento Crítico, Flexível e Inovador; e Resolução de Problemas e Pensamento Computacional.

A duração máxima para realização do exame será de três horas e meia. As provas serão aplicadas nas cidades em que estão sendo ofertadas vagas e, também, no município de Santa Cruz, localizado a aproximadamente 115km da capital.

No dia 2 de fevereiro, os candidatos receberão o endereço exato para aplicação da prova. O resultado final será divulgado em 21 de fevereiro através do site da Comperve.

A previsão para início das aulas é 28 de março deste ano.