Hackers vazam dados pessoais da família Bolsonaro, ministros e aliados

02/06/2020


 
O grupo de hackers Anonymous Brasil divulgou na sua página do Twitter, na noite dessa segunda (1), dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro e de seus filhos Carlos (Republicanos-RJ), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Flávio (Republicanos-RJ). Também foram publicados dados dos ministros Abraham Weintraub (Educação), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), do empresário Luciano Hang e do deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP).
 
Os documentos compartilhados eram os CPFs de Bolsonaro e de seus filhos, telefones, endereços, dados sobre os imóveis da família. Logo após a publicação, as informações foram retiradas do ar pelo perfil. Segundo o jornal o Globo, o perfil afirmou que o Twitter retira automaticamente do ar esse tipo de informação.
 
Carlos Bolsonaro se posicionou na sua conta no Twitter confirmando a veracidade das informações vazadas pelo grupo.
@CarlosBolsonaro
A turma "pró-democracia" vazou meus dados pessoais e de outros na internet. Após vermos violações do direito à livre expressão, agora ferem a privacidade. Sob a desculpa de "combater o mal", justificam seus crimes e fazem justamente aquilo que nos acusam, mas nunca provam!
 
"Apagamos os documentos com as informações pessoais do Carlos Bolsonaro e do Jair, todos conseguiram salvar? O twitter é automático, esse tira do ar esse tipo de arquivo, por isso retiramos. Vocês podem compartilhar o link pela DM. Quem tiver comenta, quer quiser também", afirmou o perfil.
 
 

Fonte: Congresso Em Foco