Papo-rápido com Fábio Holanda

16/10/2015

Por: José Pinto Júnior
Foto: Arquivo PN/ Hiago Luis
Em entrevista consedida ao programa Conexão Potiguar, com o jornalista José Pinto Júnior, o advogado e procurador geral da Câmara Municipal de Parnamirim, Fábio Holanda é o convidada para o Papo-rápido dessa semana. 
 
Qual a sua expectativa em relação ao cargo de procurador-geral do Legislativo de Parnamirim?
Quero contribuir com a gestão do presidente Ricardo Gurgel, oferecendo minha experiência a favor da legalidade.
 
O senhor trabalhou na Câmara dos Deputados. Qual o seu olhar sobre a reforma política?
O Congresso Nacional piorou as regras. Por exemplo: talvez por temerem a Lei da Ficha Limpa, baixaram a maioridade de deputados para 18 anos.
 
Qual a sua posição quanto ao financiamento privado?
Neste particular, o Congresso também piorou a legislação. Felizmente, o STF decidiu que é inconstitucional. Isto foi um avanço.
 
Eduardo Cunha vai insistir na tese do impeachment de Dilma?  
Eu trabalhei no Congresso e Eduardo Cunha é conhecido pelo seu jeito truculento de fazer política. A presidente é impopular, mas não há nada que dê base ao impedimento. Já contra Cunha tem provas suficientes para provocar seu afastamento. E quem está dizendo são as autoridades da Suíça.