Dupla função para motoristas de ônibus será decidida pelo plenário da Câmara

05/06/2014


O fim da exigência para que motoristas de ônibus exerçam também o papel de cobrador, aprovada ontem(4) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, depende agora de uma decisão do plenário da Casa. O texto, que antes incluía as concessionárias de transporte interurbano, foi modificado. O colegiado decidiu que a regra valerá apenas para ônibus urbanos que circulam nas regiões metropolitanas.

O relator da proposta, deputado Décio Lima (PT-SC), explicou que a medida atende a uma reivindicação dos motoristas que reclamam do volume de trabalho. Se o texto for acatado pelos parlamentares em plenário, as empresas que não respeitarem a proibição terão que pagar multas e podem perder a concessão do serviço.

A CCJ também vai encaminhar para o plenário a decisão sobre outro projeto aprovado ontem, que deixa nas mãos da direção do Sistema Único de Saúde (SUS), em cada esfera de governo, a decisão sobre aplicação ou não do protocolo médico usa
 

Fonte: Agência Brasil