Prefeitura diz não ter data para unificar bilhetagem eletrônica em Natal

06/03/2014


A Prefeitura de Natal ainda não tem previsão para a implementação da bilhetagem eletrônica unificada nos transporte público da cidade, envolvendo ônibus e veículos alternativos. Clodoaldo Cabral, secretário adjunto da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), disse ao G1 que o processo é demorado, pois é preciso que se contrate uma empresa para realizar o serviço. “Ainda precisamos ver como será feita a licitação, analisar a forma legal de fazer isto”, justificou.

Na manhã desta quarta (6), o Sindicato dos Permissionários de Transporte Opcional de Passageiros do Rio Grande do Norte(Sitoparn) baixou o valor cobrado pela tarifa nos transportes alternativos de Natal para R$ 1,50 como forma de pressionar o executivo municipal pela implantação do sistema. O sindicato alega que a bilhetagem eletrônica deveria ter sido unificada e entrado em funcionamento desde o dia 25 de fevereiro.

A unificação da bilhetagem eletrônica consiste na cobrança igualitária da tarifa de transporte - com a utilização cartão eletromagnético - tanto para o transporte público por meio de ônibus como pelos veículos alternativos.

Protesto

Com relação ao protesto do Sitoparn, Clodoaldo Cabral diz que é um ato que beneficia o usuário. “Se eles acreditam que conseguem rodar cobrando esse valor, melhor para quem usa o transporte público, que vai pagar menos”, comentou o adjunto da Semob.

Fonte: G1 RN