Claudino Leite

05/05/2020
PARE E REFLITA...
 
“No meio de qualquer dificuldade encontra-se a oportunidade” (Albert Einstein, físico alemão).
 
JORNALISMO: DIFICIL MISSÃO
 
Ah! Achei difícil escrever! É preciso no mínimo observar as regras básicas gramaticais para não acidentar muito o vernáculo. A liberdade de escrever, por vezes é tolhida, por força maior dos poderosos, quando contrariam os seus interesses apesar de se pregar tanta democracia num país que faz de conta. Afinal, “não há jornalismo sem liberdade de expressão”. Já ensinava o meu ex-professor Woden Madruga, uma das estrelas de o jornal Tribuna de Norte de Natal, que engrandece a imprensa potiguar. Sei, convictamente, que sou, apenas, um rabiscador. Na hora em que me sento enfrentando desa fio de u m arquivo aberto na minha frente na tela do computador, este retângulo branco criado pela tecnologia, às vezes falta inspiração. Repórter há alguns anos e consciente do exercício da profissão, reconheço a efemeridade dos limites para farejar as notícias. É o jornalista que informa e forma a opinião dos cidadãos. Mas, é profissão ingrata e tem mercado saturado, a exemplo de tantas outras profissões, nestes dias trepidantes de Convid-19, que assola o mundo, notadamente, a Nação Brasileira. A linguagem dos números e dos índices estão ai, comprovando, mas  expressa a verdade. As universidades brasileiras lançam, anualmente na praça, uma gama de bacharéis, e o mercado não absorve a todos os graduados. O número de candidatos os quais se submetem aos concursos públicos dão uma amostrag em de co mo anda o mercado de trabalho. A profissão é exigente. Por exemplo: são 23 horas, de uma sexta-feira, em Natal. Não é todo mundo que encontra um jornalista disponível, especialmente àqueles que trabalham nos jornais diários e assessorias de imprensa de alguma autoridade. Como localizá-los?  Na redação, no cinema, na igreja, no estádio de futebol, nos shoppings, no escritório, na produtora, no estúdio ou na delegacia de polícia? Dificilmente este profissional está em programas de entretenimento, mas, sim, trabalhando. Não tem hora marcada para o lazer, tais como, finais de semana, dia santo, aniversário, casamento, sepultamento ou feriado. Êta! Nem pensar! Madrugadas em claro, almoços, jantares, noites de sono, em busca dela, o seu instrumento de trabalho: “a notícia”! O jornalista está sempre procurando info rma&cced il;ões, novidades, editando um vídeo, escrevendo uma reportagem, entrevistando uma fonte importante, que, comumente, tem tempo escasso. Almoço com a família, com amigos, festa em horário marcado, etc. isso seria o desejável. Entretanto, para o profissional da comunicação, no seu dia a dia, com raras exceções, (Ele) desfruta do lazer na sua plenitude. Enfim, quem abraça tal profissão tem o desiderato de identificar-se com o ineditismo das notícias ou mesmo com a vocação, obrigando-o a cumprir, fielmente, o dever. Foi o juramento que ele fez. Então colegas, mãos à obra!
 
DIA DO TRABALHO
 
Com atraso, parabenizo a todos os trabalhadores do Brasil, os quais  festejaram no dia 1º de maio o seu dia, e se dedicam o seu profissionalismo todos os dias, fazendo a diferença incomensurável, especialmente, a competente equipe da área de saúde que exerce de forma brilhante e fecunda o sacerdócio nesses tempos de pandemia que assola impetuosamente à humanidade ceifando vidas.
 
DEMISSÃO NAS IGREJAS
 
Diversos líderes neopentecostais já demonstram desespero com os principais efeitos da quarentena por causa da pandemia de coronavírus: templos vazios e cofres cada vez com menos dinheiro. A reação de boa parte desses líderes não tem sido muito variada, segundo Ricardo Feltrin, colunista do UOL. Alguns, como Silas Malafaia, estão apelando diretamente ao presidente Jair Bolsonaro ou para membros do governo para que seja feito o relaxamento da quarentena e a permissão de reabertura imediata de templos, o deve ocorrer de forma controlada brevemente.
 
OUTROS REGIOSOS
 
Porém, estão agindo de forma mais enfática: demitem em massa funcionários de seus veículos de comunicação (como a Igreja Renascer); apelam por doações online (como a Igreja Mundial); ou então ameaçam rescindir ou não renovar contratos com emissoras de TVs nas quais “arrendam” ou “alugam” horários na programação. Nesse último caso, as igrejas querem renegociar e baixar o valor da locação (caso da Igreja Internacional da Graça).
 
EMISSORAS AMEAÇADAS
 
As duas emissoras mais ameaçadas por essa última “tática” são a Band e a RedeTV. Das emissoras abertas, elas são as que mais têm dependência do aluguel de horários para igrejas. E vice-versa, claro. Nas duas estão presentes a Igreja Universal, do bispo Macedo, e a Internacional da Graça, do pastor R.R.Soares. A RedeTV pode ser a mais afetada no curto prazo, já que ela tem tanto a Universal como a Internacional como locatárias de horários. No caso da Band o risco pode ser ainda maior não só em curto, mas em médio e longo prazos.
 
TEMPLO DE SALOMÃO
 
Não é à toa que o “Templo de Salomão”, em São Paulo (SP), da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), foi planejado para ser duas vezes maior que a Basílica de Nossa Senhora Aparecida. Ninguém se engane: o bispo Edir Macêdo, o líder maior da IURD quer liderar a fé no Brasil.
 
ARCA DE NOÉ
 
Documentário promete mostrar imagens reais da Arca de Noé – descoberta há mais de 50 anos. Há meio século, em 1959, foi encontrado no distrito de Dougabayazit, em Agri, na Turquia uma forma de navio enterrado subsolo. A descoberta foi suficiente para reacender a incansável procura pela Arca de Noé, acreditando que desta vez o objeto sagrado teria enfim sido localizado, segundo o arqueólogo Andrew Jones e o geofísico John Larsen.
 
PRESSÃO PRESIDENCIAL
 
O presidente Bolsonaro pressiona Receita Federal a perdoar dívidas de igreja evangélica. Bolsonaro se reuniu no Palácio do Planalto com o deputado federal David Soares (DEM-SP), filho do missionário R. R. Soares, líder da Igreja Internacional da Graça, e com o secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto. Segundo apurou o Estadão, no encontro, a portas fechadas, o presidente cobrou uma solução para dívidas tributárias que as igrejas evangélicas possuem com o Fisco. O presidente já ordenou à equipe econômica "resolver o assunto", mas a queda de braço continua por resistência do órgão.
 
IGREJA DA GRAÇA
 
Um eventual perdão das dívidas traria prejuízo às contas públicas. A Igreja Internacional da Graça de Deus, fundada por R R. Soares (com quem o presidente já se encontrou em outras ocasiões), acumula R$ 144 milhões em débitos inscritos na Dívida Ativa da União - terceira maior dívida numa lista de devedores que somam passivo de R$ 1,6 bilhão. A mesma igreja ainda tem outros dois processos em curso no Carf, tribunal administrativo da Receita, que envolvem autuações de R$ 44 milhões em valores históricos, segundo apurou o Estadão.
 
INSTABILIDADFE POLÍTICA
 
Em plena guerra sanitária contra o coronavírus, infelizmente, o governo Bolsonaro tem gerado a cada semana mais instabilidade política, como a demissão dos ministros Mandetta e Sérgio Moro, da Saúde e Justiça, respectivamente. Aqui no Rio Grande do Norte, também está havendo uma arbitrariedade e intervenção do ministro da educação no nosso querido IFRN, com nomeação absurda e ilegal de um reitor temporário em vez da nomeação do reitor eleito pela comunidade o professor José Arnóbio, Mas, por outro lado, a Justiça Federal reverto o quadro mandando o MEC nomear o reitor eleito. E as sim, cam inha a república dos generais.
 
USO DE MÁSCASRAS
 
O prefeito de Natal, Álvaro Dias assina decreto obriga uso de máscaras em estabelecimentos comerciais, repartições públicas e no transporte coletivo.Para o restante da população o uso de máscara será obrigado  quando houver contato com outras pessoas, deslocamento em vias públicas ou outras medidas que interrompam o isolamento social. Para o segmento do comércio, o decreto prevê uma série de determinações específicas. As lojas e prestadores de serviços em atividade precisarão higienizar seus ambientes e fazer o controle de entrada de funcionários e clientes. O distanciamento de pessoas em circula&cce dil;&ati lde;o em suas unidades, com o limite mínimo de 2 metros entre cada uma delas, além do controle de acesso às suas dependências também constam do decreto, que determina que os estabelecimentos comerciais tem que fixar placas informativas com orientações para a prevenção de contágio.
 
TÍTULO DE ELEITOR
 
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está disponibilizando uma forma para que os cidadãos possam tirar o título de eleitor, regularizar e mudar a zona eleitoral online durante a quarentena do coronavírus. Esses e outros requerimentos, que antes necessitavam de atendimento presencial, serão recebidos por meio da ferramenta "Título Net" até o dia 6 de maio. A medida foi tomada com o objetivo de garantir o isolamento social e prevenir o contágio pelo novo coronavírus.
 
CLOROQUINA, UMA INCERTEZA
 
Em sua audiência com senadores ontem, Nélson Teich disse que a Cloroquina, medicamento cujo uso contra a Covid-19 é defendido por < strong>< span rel="border:none windowtext 1.0pt; font-family:"Arial","sans-serif"; padding:0cm">Jair Bolsonaro, “ainda é uma incerteza”. O inoperante ministro da Saúde citou estudos que em um dado momento apontaram para a eficácia do medicamento e, mais tarde, outros que mostraram o contrário. “Certamente, o remédio não vai ser um divisor de águas”, afirmou Teich, acrescentando que o ministério acompanha estudos relacionados a medicamentos que possam ser usados contra a doença. Uma vacina contra a Covid-19, avalia o ministro, vai demorar pelo menos “um ano, um ano e pouco” para ser liberada.
 
CENTRÃO MARCA PRESENÇA
 
Em meio à pandemia,Ministério da Saúde vira moeda de negociação com Centrão. Ao negociar com condenado por corrupção e investigares pela Lava Jato, Bolsonaro coloca nas mãos de partidos fisiológicos mais de R$ 44 bilhões do orçamento de 2020, contrariando o ministro da Economia, o liberal Paulo Guedes.
 
GIRO PELO TWITTTER...
 
...Correio Brasiliense: Não convidem os dois ministros para a mesa:  O da Economia Paulo Guedes e o do Desenvolvimento Econômico, o potiguar Rogério Marinho;
 
...Justiça: Advogado André Mendonça, pastor da Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília (DF) é o novo ministro da Justiça nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro; e
 
...New York Times: O presidente americano Donald Trump, alerta: O Brasil tem “grande surto” e sugere restrição de voos; e
 
...O Estadão: O jornal “O Estado de São Paulo” garantiu na Justiça Federal o direito de ter acesso aos testes da Covide-19 (doença provocada pelo novo coronavírus) do presidente Jair Bolonaro, o qual negou-se a mostrar.