Auditoria do estado constata indícios de sonegação de impostos

14/01/2020

Por: Redação PN
Foto: Divulgação
Uma série de auditorias foi implementada ao longo do ano passado pelo Governo do Estado, envolvendo a Controladoria Geral do Estado (CONTROL) e a Secretaria de Estado da Tributação (SET), com ótimos resultados. O mais recente constatou indícios de sonegação no programa Restaurante Popular.
 
A partir de notas fiscais pagas pelo Governo do Estado, mas que foram canceladas ou devolvidas pelos fornecedores, abria-se brecha para redução dos tributos federais e estaduais a serem recolhidos. A soma até o momento chega a R$ 15,9 milhões.
 
“Essa soma deve aumentar uma vez que as investigações continuam”, ressalta o controlador-geral do Estado, Pedro Lopes. Desse montante, R$ 1,58 milhão já foi reconhecido como valor sonegado de ICMS e será devolvido ao cofre estadual. O restante está em análise. Apenas uma empresa é responsável por R$ 10,6 milhões em notas fiscais canceladas ou devolvidas.
 
Convênio
 
A Controladoria Geral do Estado e a Secretaria de Estado da Tributação renovaram, na manhã desta segunda-feira (13), os temos de cooperação técnica firmada em janeiro de 2019, responsável, entre outros feitos, pela minuta de criação do Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial do RN (PROEDI).