Lula quer um pedido de desculpas da Globo. “Espero que um dia isso aconteça”, diz o petista

25/03/2022


Foto: brasil247.com

 

Em entrevista à Rádio Super Notícia, de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (23), o ex-presidente Lula (PT) revelou seu descontentamento em relação à Rede Globo de Televisão. O motivo do posicionamento crítico do ex-mandatário da nação está ligado à cobertura jornalística da emissora carioca no julgamento da Lava-Jato, que culminou na prisão do petista por 580 dias na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

 

Como justificativa ao seu parecer, Lula, que há alguns meses decidiu não conceder entrevistas à Globo, afirmou que o canal da família Marinho preparou 13 horas de reportagens contra ele. Ademais, o presidenciável sugeriu que a emissora elabore uma retratação pública, que deveria ser lida pelo jornalista William Bonner, no Jornal Nacional. 

 

“Um dia a Rede Globo poderia fazer um editorial com o Bonner pedindo desculpas pelas mentiras que contaram contra mim, dizendo que foram enganados pela força-tarefa de Curitiba. Eu espero que isso um dia aconteça”, ressaltou Lula. 

 

Durante a exposição aos jornalistas, Lula sinalizou sua intenção de ir à justiça contra pessoas que, segundo ele, disseminaram informações falsas sobre sua conduta à frente da presidência. “As pessoas que fizeram acordos com revistas, jornais, TVs, para passar informação falsa, isso não pode ficar por isso mesmo. Eu ainda vou abrir alguns processos contra as pessoas que espalharam tanta mentira contra mim. Não vai ser agora, no meio da campanha eleitoral, mas vai acontecer”, disse. 

 

Ainda na época em que estava preso em Curitiba, Lula, que este ano tenta o retorno ao comando da nação pela terceira vez, pediu para que pudesse ter um espaço na Rede Globo e responder às acusações que lhe foram feitas. No entanto, a emissora não atendeu ao pedido do petista.