Prefeitura de Macau decreta proibição de shows públicos e blocos de rua no Carnaval 2022

19/01/2022


Foto: Canindé Soares / G1

 

Por meio de decreto publicado no Diário Oficial do município, a prefeitura de Macau proibiu eventos públicos e celebrações de rua relacionados ao Carnaval 2022. A prefeitura já havia anunciado o cancelamento na quinta-feira passada. De acordo com o texto, estão proibidos shows, blocos e os “arrastões de rua” financiados com recursos públicos. O decreto passa a ter validade na próxima sexta-feira (21).

Segundo a prefeitura, a decisão de cancelar as festividades vai de encontro com o que vem sendo considerado pelas entidades médicas estaduais e nacionais, que avaliam esses eventos como sendo de alto risco de contágio de Covid-19, principalmente pela nova variante, a Ômicron, que já foi confirmada no RN. Além disso, há um surto de gripe.

O decreto destaca ainda que o problema na saúde pública é responsável pelo cancelamento das festividades do Carnaval deste ano em diversos municípios brasileiros.

No RN, já foram cancelados os carnavais de rua em Natal, Parnamirim, Apodi, Areia Branca, Tibau do Sul, além de blocos tradicionais, como o do “Magão”, em Caicó.

O Carnaval de Macau é um dos mais populares e atrativos do estado e costuma receber milhares de pessoas de diferentes regiões do RN e do Brasil.

De acordo com o decreto, a administração pública não poderá financiar ou realizar eventos com recursos públicos, como shows, blocos e eventos artísticos ou qualquer outra modalidade de evento de massa. Também ficam proibidos blocos de rua, música ao vivo, desfiles, carnavais de rua, bem como os chamados “arrastões de rua”.

Por sua vez, os eventos privados em locais fechados estão permitidos, desde que autorizados pelo poder público e seguindo os protocolos sanitários vigentes.

O decreto tem validade até 2 de março. Segundo o decreto, o descumprimento das determinações pode acarretar multa diária de R$ 10 mil a R$ 50 mil.