Maior reservatório de água do RN finaliza 2021 com 45% da capacidade total

03/01/2022


Foto: Reprodução

 

A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório de água do Rio Grande do Norte, fechou 2021 operando com 45% de sua capacidade, segundo medição realizada no último dia do ano passado.

A medição da barragem constou que, dos 2.373.066.510 m³ de água que a barragem pode comportar, 1.073.050.284 m³ estavam preenchidos.

De acordo com o Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), que acompanha 47 reservatórios do estado, as chuvas ocorridas recentemente não foram suficientes para apoiar muitos mananciais potiguares.

A barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior manancial do RN, acumula 35,29% da capacidade total – 211.608.710,00 m³ de um total de 599.712.000 m³ de água.

Em 11 de dezembro, o Governo do RN decretou situação de emergência por causa da seca no estado. Com validade de 90 dias, o decreto permite que gestores contratem serviços e comprem equipamentos de combate aos efeitos da estiagem sem a necessidade de licitação.

A situação de caráter emergencial foi declarada em todo o RN e classificada como “desastre natural climatológico Nível II”, sendo considerado de média intensidade. Para o governo, a prolongada estiagem é direta responsável pela redução das reservas hídricas do estado.

LAGOAS

A Lagoa de Extremoz, que abastece parte da Zona Norte de Natal, opera com 77,93% de sua capacidade total – 8.588.017 m³ de um total de 11.019.525 m³ de água.

Por sua vez, a Lagoa do Bonfim, que abastece a adutora Monsenhor Expedito, opera com 45,31% de sua capacidade total – 38.182.660 m³ de um total de 84.268.200 m³ de água.

A Lagoa do Boqueirão, que atende a usos variados, opera com 80,33% de seu volume total – 8.896.430 m³ de um total de 11.074.800 m³.