Justiça do RN dobra multa após servidores da educação de Natal continuarem em greve

29/12/2021


Foto: OBNews
 
A Justiça do Rio Grande do Norte determinou o aumento da multa cobrada por dia de descumprimento a decisão de suspensão da greve. Antes o valor era de R$ 10 mil (com limite de R$ 50 mil) e agora passa a ser de R$ 20 mil, sendo R$ 100 mil o máximo a ser multado. 
 
Na quarta-feira passada (22), a Justiça publicou decisão que decreta como ilegal a greve dos professores de Natal. Após medida, na segunda-feira (27), os servidores da educação da rede municipal se reuniram em frente ao Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura do Natal, para protestar contra a decisão judicial.
 
"Há notícia de que o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do RN (Sinte-RN) está a descumprir a decisão judicial que determinou o retorno integral da força de trabalho dos Servidores Municipais da Educação do Município de Natal. Sendo assim, deve ser majorado o valor diário da multa anteriormente fixado para R$ 20.000,00, limitado a R$ 100.000,00", afirmou o desembargador Ibanez Monteiro em nova decisão. 
 
De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do RN (Sinte-RN), a decisão não determinava o fim da greve, mas o retorno de todos os profissionais aos serviços.