"Lula está com o diabo e Bolsonaro com Deus", define Carla Zambelli

27/10/2021

Por: Otávio Albuquerque
Foto: hashtag.blogfolha.uol.com.br

 

Em um post no seu twitter, nesta terça-feira, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) fez uma montagem envolvendo a disputa particular entre Lula e Bolsonaro pela presidência da República em 2022. Na postagem, que repercutiu na imprensa e nas redes sociais, a parlamentar compara a polarização entre os principais postulantes ao Palácio do Planalto como uma disputa entre o bem e o mal.


Em uma mistura de patriotismo, religiosidade e partidarismo, Carla Zambelli resume a disputa a um aspecto maniqueísta. Nesse sentido, ela coloca Bolsonaro ao lado de Jesus Cristo e da bandeira do Brasil, enquanto Lula segura a mão do diabo, ambos acompanhados dos símbolos comunistas da foice e do martelo.


A publicação comparativa da deputada bolsonarista foi disseminada em um momento de crise para o governo federal, sobretudo depois do resultado do relatório da CPI da Covid. O nome de Carla Zambelli, inclusive, aparece no texto final redigido pelo senador Renan Calheiros como um dos 81 indiciados, sob a acusação de incitação ao crime.


Após o post da parlamentar, os internautas fizeram comentários, sobretudo em tom de crítica ou escárnio frente à “luta evidente do bem contra o mal”, como definiu a deputada. 


 “O debate político no Brasil se transformou numa mistura de 5ª série B com grupo das tias do zap”, resumiu Antonio Tabet, do Porta dos Fundos.


“KKKKKKKKKKKKKK a pessoa pra acreditar que JESUS apoiaria o BOlso nunca abriu uma bíblia na vida”, respondeu @Percabethy.


“cara, parem de usar o nome de Jesus para validar a ideologia política de vocês. Onde que na bíblia fala que Jesus era de esquerda ou de direita?”, questionou @smilacavalcant2