Pesquisa em Elói de Souza mostra Juninho de Kerginaldo na frente para Prefeitura

24/10/2020

Por: REDAÇÃO DO PN
 
Em parceria do Portal Potiguar Notícias e da V2 Data Pesquisas, foi realizada pesquisa de intenção de voto para prefeito e vereadores no município de Elói de Souza. Registro de pesquisa TSE sob nº RN-06710/2020.
 
A pesquisa mostra liderança do candidato Juninho de Kerginaldo  que possui 44,5% das “intenções de votos de forma espontânea”, sendo de 38,5% para Maciel Gomes. Jefferson Mac tem 1.25%;
 
Destaca-se também o percentual do total de Indecisos (13,5%). Sendo a maioria dos indecisos da área rural (9,25%).  
 
O percentual total das “intenções de votos de forma estimulada para o candidato Juninho é de (46,25%) e de (39,5%) para Maciel Gomes. O que pode ser considerado um empate técnico entre os dois candidatos. 
 
Levando em consideração a margem de erro de 4,7% para mais ou para menos, a intenção de votos para Juninho pode oscilar entre 41,55% e 50,95% e para Maciel Gomes pode oscilar entre 34,8% e 44,2%]
 
Sobre rejeição, no ítem estimulada, nos candidatos em que o eleitor NÃO votaria de jeito nenhum para Prefeito de Elói de Souza a  resposta era de múltipla escolha, podendo o mesmo eleitor citar mais de um nome. O candidato que possui o maior percentual de rejeição entre os eleitores é Maciel Gomes (26,25%). E Jefferson Mac (21,5%). Juninho de Kerginaldo 16%
 
CÂMARA
 
Confira os 10 nomes mais citados para a Cãmara Municipal
Dedé de Chagas – 7,50%
Tim de Juninho – 7%
Edivânia – 5%
Márcio Mauricio – 4,50%
Zé Adilson – 4,25%
Ozias – 4%
Antônio Lourenço – 3%
Jordana – 3%
Lula de Dão– 3%
Gilberto Lourenço– 3%
 
PESQUISA
 
A pesquisa teve margem de erro de 4,7% pontos percentuais e nível de confiança de 95%, em outras palavras, a margem de erro é o índice de variação dos resultados de uma pesquisa (as amostras devem ser responsáveis por diferenças de, no máximo 4,7 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os parâmetros estimados). 
 
O nível de confiança representa a probabilidade de uma pesquisa obter os mesmos resultados se outro grupo de indivíduos em uma mesma população de eleitores fosse entrevistado, com uma mesma margem de erro. Na prática isso quer dizer que, se a pesquisa for aplicada infinitas vezes têm 95% de chance de apresentar os mesmos resultados (valores próximos) e 5% de chance de apresentar valores diferentes.
 
Salienta-se que uma das grandes dificuldades da pesquisa de opinião pública está em que esta evolui constantemente, sob influência de diversos fatores determinantes. Daí não ser possível estuda-la sob um ponto de vista estático. Há necessidade de registrar movimentos, como num filme de cinema, mediante várias fotografias sucessivas, até o momento dela se exteriorizar pelo ato de votar ou de assumir uma atitude definitiva e irretratável. Assim, até o momento das eleições, há sempre a possibilidade de uma variação ocasionada pela propaganda, por boatos, eventos políticos ou sociais de caráter regional, nacional ou internacional, etc.