Papo rápido com o diretor do Sindipetro-RN, Márcio Dias

06/10/2016

Por: José Pinto Junior
Foto: Tiago Rebolo
Como diretor do Sindipetro-RN, como o senhor analisa a situação da Petrobrás?
Estão querendo desmontar a empresa. Depois do golpe do impeachment,  estão entregando o petróleo brasileiro às empresas internacionais. Um entreguismo total.
 
O senhor se refere as votações no Congresso Nacional?
Também.  Há uma clara intenção de diminuir a Petrobrás e entregar o pré -sal a empresas estrangeiras.
 
Em ralação ao resultado da última eleição.  Qual sua análise?
Entendo que as pessoas não associam seu voto aos destinos das cidades e de suas vidas, mas das condições materiais de vida. Se ocorresse isto votariam diferente.
 
As pessoas até esquecem em quem votou na ultima eleição para deputado ou senador....
Pior. Muitos vendem o voto. Você acha que o alto número de ausentes nas urnas foi apenas rejeição dos candidatos?  Será que não é reflexo da lei que impede dinheiro de empresas nas campanhas eleitorais?