CBTU e Prefeitura discutem implantação do VLT em Natal

08/04/2014

Por: Rphael Albuquerque

DSC09044O Prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves recebeu nesta segunda, 7, o superintendente de trens urbanos de Natal, o engenheiro João Maria Cavalcanti, para tratar do projeto e expansão do Sistema de Transporte Sobre Trilhos na Região Metropolitana e a implantação do VLT.

 

Durante a Audiência, o Superintendente apresentou em linhas gerais a proposta que a Equipe Técnica da CBTU de Natal vem desenvolvendo para a modernização do sistema de trens urbanos da capital, que contempla a implantação do VLT e a expansão dos ramais existentes. A ação permitirá a criação de um anel ferroviário ligando os municípios de Natal, Extremoz, Ceará-Mirim, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, São José do Mipibú e Nísia Floresta, após a execução das 4 etapas previstas no anteprojeto elaborado pela equipe técnica da CBTU. 

 

João Maria quis saber do prefeito, quais os projetos de mobilidade que estavam sendo planejados para Natal e se esses teriam interferência com os projetos da CBTU. Sugeriu ainda que os técnicos da prefeitura se reunissem com os da CBTU para discutir em conjunto as soluções de mobilidade para Natal.

 

O prefeito Carlos Eduardo elogiou a proposta e destacou que a implantação do VLT, associada as obras de mobilidade que estão sendo executadas pela prefeitura são essenciais para a melhoria da mobilidade urbana de Natal, que atualmente enfrenta sérios problemas de imobilidade.

 

 

Audiência Pública

 

DSC08941Ainda na manhã da segunda-feira, a modernização do sistema ferroviário do RN foi pauta de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do estado. Na ocasião o Superintendente João Maria Cavalcanti e a Técnica de Gestão Dulce Helena, apresentaram a proposta da Companhia para a modernização e expansão do sistema à classe política do estado, bem como aos representantes dos conselhos comunitários, comitês, estudantes e cidadãos presentes.

Ao término da sessão ficou deliberado que a discussão se estenderá aos demais municípios envolvidos, através de sessões nas câmaras de vereadores, para que a implantação do VLT possa ocorrer com o máximo de consonância às necessidades da população.

 

 

 

Fonte: Assessoria CBTU