Cefas Carvalho

08/01/2020
 
2020 será de reviravoltas e emoções para colunistas e  jornalistas
 
 
Eu já tinha texto pronto, bem humorado e irônico, para esta coluna de quarta-feira aqui no meu espaço no Portal PN. Seria sobre 2020, previsões e videntes, cartomantes e expectativas. Passado e futuro.
 
Mas, como cantaria Chico, "eis que chega a roda viva e carrega  a coluna para lá". No espaço das 30 horas em que escrevi o texto e da hora da publicação, manhã cedinho desta quarta, aconteceram diversas coisas, como:
 
 - Trump ter ameaçado bombardear áreas históricas e culturais do Irã;
 
 - Putin fazer visita surpresa à Síria, como espécie de recado aos EUA;
 
 - Irã bombardear bases norte-americanas no Iraque;
 
 - Avião ucraniano com 180 pessoas cair no Irã (e todo mundo achar que tinha a ver com o conflito e que a Guerra começaria);
 
 - Descoberta que o avião da Ucrânia teve problemas técnicos (e, portanto, nada a ver com a tensão Irã x EUA);
 
E hoje ainda é quarta-feira. Tudo indica que teremos uma quinta e uma sexta de tensões, expectativas, jogo de xadrez político entre as grandes potências e informações desencontradas.
 
De certo em tudo isso, que no fundo, nem EUA, nem Irã, nem China nem Rússia querem guerra. Boa parte da tensão é oriunda de inabilidades de Trump, da eleição americana e de pontos de acordos comerciais internacionais.
 
Ah, Cefas, faltou você situar o papel do Brasil neste tabuleiro.
 
O papel é exatamente este. De nada. O Brasil não tem qualquer importância neste cenário, salvo, se depender deste Governo de alucinados, de sabujo de Trump e de bobo da corte do império. 
 
Guerra chegando aqui? Só se for nos memes e piadas de rede social e grupo de Zap.
 
Mas para quem escreve coluna de portal, as semanas e meses seguintes serão de reviravoltas e fortes emoções.