José Pinto Júnior

25/11/2019
 
Da Política e dos políticos
 
 
Dado o comportamento dos políticos e o interesse militante de desacreditar a política, esta vive seu momento ´Geni`. Quase todos jogam pedra na Geni. Quase todos jogam pedra na política. Então tudo o que é ruim se atribui à política e não à falta da boa política, aquela com P maiúsculo.
 
Há várias definições de política. O dicionário a define como "arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou estados; ciência política". Mas, a política é uma arte viva e em movimento. O filósofo Mário Sérgio Cortella a define de forma mais atualizada: "Política é a presença enérgica de cada pessoa na vida comunitária; por isso, fazer política em vez de somente receber política é o caminho mais humanizante". 
 
Ou seja, a política não deve ser feita por caciques que se acham donos da representatividade. Política diz respeito a você, leitor e leitora desta texto. Pela nossa Legislação, votar é obrigação. Mas, nossa cidadania é uma oportunidade.
 
É comum que políticos apareçam implicados em denúncias. E que sejam vistos como traidores dos antecessores. Que só aparecem em época de eleição. Que prometem e não cumprem. Que a palavra deles é a um risco na água. Isso contribui com a arranhada imagem da política e dos políticos. 
 
Mas, há outro olhar. "Porque política é mais do que representação, do que instituição, transcende os três poderes, seus detentores, palácios e praças. Requer participação de todos os cidadãos. Afinal, toda pólis é o que quer ser. É o que vai sendo deliberado por seu povo sobreano". Assim pensa o professor Clóvis de Barros Filho, um dos autores do livro "Política nós também sabemos fazer"; esta reflexão indica que o político "encastelado" e distantes das necessidades da população faz uma política menor.
 
Já se disse que política é a arte do diálogo. Que é a arte de gerir conflitos. Assim compreendo que a política pode evitar a violência, a guerra. É no campo da política que se faz a Legislação, que impacta a vida de cada um. É através da política que se decide para onde vai o orçamento construído com o imposto de cada um. Então política e uma coisa, o mal político, é outra! Político ruim se troca na eleição seguinte. Quanto à política, continua e sempre estará presente na vida de cada um. É como o ar, mesmo sem ser visto, impacta a vida de todos. Exercitar a política e se interessar pela cidade é exercer a cidadania. Afinal, política vai além do voto. A política não deve ser a Geni.