Movimenta Mulheres RN lança agenda para campanha dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência

22/11/2021


 
O Movimenta Mulheres RN, presidido por Karenina Hentz da Cunha Lima, Isabella Lauar e Caroline Maciel, organizou uma vasta agenda de atividades em prol da Campanha dos 16 dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. “Nós preparamos a Agenda com o norte da enorme responsabilidade que temos de promover atividades que contribuam para as discussões a respeito do tema, que propicie o acesso das pessoas aos debates, observando absolutamente todas as nuances necessárias diante da complexidade que é o fenômeno da violência contra as mulheres e toda sua pluralidade”, pontua a Arquiteta Karenina Hentz. 
 
A abertura da Agenda Oficial do grupo ocorrerá no dia 25 de novembro, data que marca o início da Campanha Internacional, no Meu Barraco, Boteco, Bistro, às 19h e ficará a cargo da Banda A Cor da Terra, das artistas potiguares Beth Milanez e Jacy Lobo, integrantes e Coordenadoras da pasta de “Música” do Movimenta Mulheres RN, que farão um belo Tributo à cantora Marília Mendonça, destacando o Feminismo por trás das suas letras. 
 
Seguindo a programação, os mais diversos temas serão abordados com convidadas especiais, mulheres atuantes na causa.
 
Confiram a Agenda Completa: 
 
26/11 – Live Internacional no @movimentamulheresrn – 16h - Tema: Relações Tóxicas, mulheres e violência de gênero, com a psicóloga espanhola Dra. Elena Cedillo e a jurista espanhola Dra. Raquel López Merchán;
 
29/11 – Live Internacional no @movimentamulheresrn – 20h – Tema: “Se eu posso, você pode!” Superando a violência de gênero, com a ativista espanhola María José Garcia Palma.;
 
30/11 – Live no @movimentamulheresrn – 19h – Tema: “Desmistificando o Feminismo e a Mulher Inventada pelo Machismo”, com a Professora de Direito Penal e Escritora Feminista Carla Fernandes;
 
01/12 – Live no @movimentamulheresrn – 20h – Tema: “Griout da Resistência” – Atividade cultural desenvolvida pela Coordenadora da Pasta de Letras e Literatura do MM/RN, a Professora e Escritora Kalina Paiva, que receberá convidadas especiais;
 
02/12 – Live no @movimentamulheresrn – 19h – Tema: “Políticas Públicas de Natal em prol das mulheres natalenses”, com a vereadora de Natal Nina Souza; 03/12 – Live no @movimentamulheresrn – 19h – Tema: A Violência Contra as Mulheres nos Espaços de Poder, com a Dra. Magna Letícia, também integrante e coordenadora do Movimenta Mulheres RN;
 
06/12 – Live no @movimentamulheresrn – 11h – Tema: “Feminismo(s),” com a Professora Convidada Alice Bianchini, diretamente de São Paulo; 06/12 – Live no @movimentamulheresrn – 19h – Tema: “Levante Feminista Contra o Feminicídio”, com as integrantes do Levante Feminista RN Raíssa Paula e Joriana Pontes e a Professora e investigadora do assunto Isabella Lauar;
 
07/12 – Live no @movimentamulheresrn – 19h – Tema: “Mobilidade Urbana e as Mulheres”, com a professora convidada Miss Lene Pereira;
 
08/12 – Live no @movimentamulheresrn – 19 – Tema: “O trabalho da SEMJIDH Pelas Mulheres do RN”, com as secretárias Julia Arruda e Wanessa Fialho;
 
09/12 – Live no @movimentamulheres – 19h – Tema: “Criminologias Feministas” com a Professora e doutrinadora jurídica convidada Soraia da Rosa Mendes, diretamente da Bahia. O evento será encerrado com a Exposição Fotográfica Online de Leila Lima: “Por Todas”; 1
 
0/12 – Live no @movimentamulheresrn – 19h – Tema: “Princípios da Lei Maria da Penha” com a Promotora de Justiça Érica Canuto. 
 
E as atividades não param por aí. No dia 09 de dezembro, às 10h, o Movimenta Mulheres RN estará, juntamente com a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Natal, promovendo uma Audiência Pública a respeito da pauta de “Violência de Gênero Política.” 
 
 “É de extrema importância a participação de todas e todos nesta Campanha. Os 16 dias de ativismo devem acontecer visando que as reflexões que traçarmos nesta Campanha sirvam de bússola para que possamos atuar, cada vez mais e com ações contínuas, no enfrentamento das tantas violências praticadas contra nós, mulheres”, encerra a investigadora jurídica Isabella Lauar.
 
Para mais detalhes, entrar em contato através do @movimentamulheresrn