Chefes do PCC no CE são transferidos para presídio federal em Mossoró

27/05/2019

Por: Redação PN
Foto: Reprodução
Onze líderes da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no Ceará foram transferidos para o presídio federal em Mossoró. A transferência ocorreu na madrugada do último sábado, 25. Segundo O Povo, a decisão foi tomada na última quarta-feira, 22, pela Justiça Estadual.
 
Com essas novas transferências, este ano, Mossoró já recebeu 46 presos do Ceará ligados à facção. Ao todo, incluindo com os que vieram de São Paulo, em 2019 o presídio de Mossoró já recebeu 54 detentos lideranças da facção.
 
Os presos ficaram na unidade de segurança máxima até a “adoção de providências pelo Departamento Penitenciário Nacional”. A ida emergencial para a Penitenciária de Campo Grande deve ocorrer no prazo máximo de 60 dias.
 
Ainda de acordo com a publicação cearense, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Ceará (MPCE), pediu a transferência de 21 detentos. No entanto, a Justiça concedeu somente de 11. Entre os nomes rejeitados pelo juiz federal de Mossoró (RN) está o de Francisco Márcio Perdigão, um dos mais atuantes chefes do tráfico do Ceará.
 
Os que chegaram a cadeia federal fazem parte de um grupo de 33 presos cujos advogados entraram com ação no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) denunciando tortura e pedindo providências. As informações sobre a transferência deles são do jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza.
 
Foram transferidos Erivando Paulino de Sousa, Francisco Arielson de Sousa, Francisco Eudes Martins da Costa, João Wanderson dos Santos Sousa, José Fabiano Nunes de Alencar, Leandro de Sousa Teixeira, Leonardo Santos Bezerra, Manoel Giliarde da Silva, Marcílio Alves Feitosa, Marco Aurélio Flávio e Paulo César da Costa Souza.
 
Os presidiários transferidos agora para Mossoró, em geral, respondem por crimes como homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, roubo e receptação.
 
Veja lista dos transferidos:
 
Erivando Paulino de Sousa
 
Francisco Arielson de Sousa
 
Francisco Eudes Martins da Costa
 
João Wanderson dos Santos Sousa
 
José Fabiano Nunes de Alencar
 
Leonardo Santos Bezerra
 
Leandro de Sousa Teixeira
 
Marcílio Alves Feitosa
 
Marco Aurélio Flávio
 
Manoel Giliarde da Silva
 
Paulo César da Costa Sousa

Fonte: Jornal de Fato