Mossoró figura como 15ª cidade do país em assassinato de adolescentes

03/07/2015


Foto: Divulgação
A segunda maior cidade do Rio Grande do Norte foi a 15ª do país com maior número de homicídios de adolescentes entre 16 e 17 anos de idade, entre 2011 e 2013. O dado é do “Mapa da Violência 2015 – Adolescentes de 16 e 17 anos do Brasil”.
 
Com taxa de 196,3 mortes de jovens na faixa etária e período levantados, o recente estudo nacional mostra Mossoró com 15 homicídios na parcela da população de 9.338 adolescentes em 2011, 20 em 2012 e outros 20 casos em 2013.
 
No ranking dos 100 municípios brasileiros em homicídios de adolescentes de 16 e 17 anos entre 2011/2013, Mossoró aparece atrás de cidades da Bahia, Espírito Santo, Pará, Alagoas, Paraíba, e Ceará. A liderança negativa fica com Simões Filho (BA), com taxa de 332,6.
 
Além de Mossoró, outra cidade potiguar figura no ranking. A capital do Estado, Natal, aparece na 32ª posição, com taxa de 135,9. Parnamirim também representa o RN no 63º lugar, com taxa de 97,9 homicídios. A última colocação fica com Florianópolis (SC), com taxa de 64,5.
 
O estudo alerta que o número de homicídios de jovens no RN na faixa etária pesquisada cresceu drasticamente, mais que quadruplicando em dez anos. Em outras idades da adolescência, o estudo destaca que o estado potiguar praticamente setuplica os índices.
 
Para o Mapa da Violência, o quadro é descrito com nível de crescimento considerado totalmente inaceitável.
 
ARMAS DE FOGO
Quanto ao meio utilizado para a consumação do homicídio de vítimas entre 0 e 17 anos no RN em 2013, armas de fogo predominam no levantamento com 144 casos (89,4%), contra 11 mortes consumadas com objeto classificado como cortante-penetrante; e quatro registros envolvendo meio considerado como contundente.