Morreu Paes de Andrade

18/06/2015


Foto: Divulgação
O ex-deputado Antonio Paes de Andrade morreu nesta quarta-feira, 17, ontem, aos 88 anos, em decorrencia de complicações decorrentes de uma cirurgia no estômago. O corpo será velado no Salão Negro do Congresso Nacional na manhã desta quinta-feira.
Na condição de presidente da Câmara dos Deputados entre 1989 e 1991, o cearense assumiu a Presidência da República diversas vezes. Foi deputado entre 1963 e 1999 e também embaixador do Brasil em Portugal.
 
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou nota de pesar pela morte do ex-deputado. Na nota, Renan diz que Paes de Andrade foi um dos melhores quadros de seu partido, o PMDB.
 
Paes de Andrade era presidente de honra do PMDB e sogro do senador Eunício Oliveira (PMDB). "O legado de Paes de Andrade, para mim, está sintetizado em uma frase que um dia o ouvi falar: 'O que eu vou deixar para meus netos e meus filhos são as minhas mãos limpas e a minha honra'", disse Eunício.
 
Na tarde desta quarta, o governador Camilo Santana (PT) divulgou nota lamentando a morte de Paes de Andrade. "Ele sancionou, inclusive, o projeto de construção do açude Castanhão. Paes de Andrade também foi embaixador do Brasil em Portugal. Deixo aqui meu abraço e meus sentimentos à família e aos amigos, e declaro luto oficial de três dias no Estado", diz. No Senado, Tasso Jereissati (PSDB) solicitou voto de pesar em homenagem ao político. 
 
Diversos outros políticos do Estado, como José Guimarães (PT) e o presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque (Pros), também lançaram notas lamentando a morte de Paes de Andrade. Sessão da Assembleia Legislativa foi suspensa em homenagem ao ex-deputado. 

Fonte: Blog do Roberto Guedes