Idema entrega primeira etapa das obras do Cajueiro de Pirangi

21/12/2018


O Instituto de Desenvolvimento Sustentável Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), na pessoa do Diretor Geral Rondinelle Oliveira, inaugurou nesta quinta-feira (20), dia em que o Cajueiro de Pirangi completa 130 anos de existência, a primeira etapa das obras de acessibilidade do local. O projeto desenvolvido pelos arquitetos Igor de Gois, Luciana Gurgel e Mariana Gurgel, foi elaborado com o objetivo de corrigir irregularidades identificadas pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa das Pessoas com Deficiência, do Idoso, das Comunidades Indígenas, das Minorias éticas (CAOP Inclusão) e refere-se ao prédio administrado pelo IDEMA e à área sob a copa da árvore. Participaram do evento representantes da prefeitura e Câmara dos Vereadores de Parnamirim, além do personagem Doutor Castanha e equipe técnica do IDEMA.
 
Em sua fala, Rondinelle agradeceu o esforço conjunto da equipe do Maior Cajueiro do Mundo por fornecer a atenção devida a esse que é um dos principais cartões postais do Rio Grande do Norte. "Em janeiro de 2015 recebemos a importante tarefa de gerir o Cajueiro juntamente a um caixa zerado. Hoje encerramos o ano de 2018, entregando um Cajueiro com 2 milhões de caixa e obras que vão possibilitar com que todas as pessoas tenham igual acesso às belezas aqui presentes".
 
No local, foi criada uma nova passarela sob a copa do cajueiro e foram feitas adaptações a partir da bilheteria até o tronco principal da árvore, contemplando também o balcão onde é servido o tradicional suco de caju aos visitantes. A passarela foi projetada com orientação da bióloga Mica Carboni, que junto ao Núcleo de Engenharia e Arquitetura do IDEMA (NAE) identificou qual seria a melhor rota para o usuário e consequentemente para o cajueiro, desviando de galhos e raízes, mantendo o novo acesso no mesmo nível até o tronco da árvore, criando-se rampas e incluindo guarda-corpo e corrimão.
 
O Coral Som Ambiente, composto por colaboradores do Instituto, participou do evento cantando canções regionais e natalinas. Também aconteceram apresentações culturais da Filarmônica de Pium e artistas locais.
 
A segunda etapa das obras do maior cajueiro do mundo que inclui a adaptação de banheiros e plataforma elevatória para dar acesso alternativo ao mirante, já tem projeto pronto e está em fase de licitação.
 
O cajueiro
 
O maior cajueiro do mundo fica no distrito de Pirangi do Norte, em Parnamirim, município da Grande Natal. A árvore cobre uma área de aproximadamente 8.500 metros quadrados, com um perímetro de aproximadamente 500 metros. Conta a história que o cajueiro foi plantado em 1888 por um pescador chamado Luiz Inácio de Oliveira, que morreu com 93 anos sob as sombras da árvore.