Personagens históricos da pediatria potiguar são homenageados no HUOL

16/05/2018


Foto: Divulgação

Na segunda-feira 14, dois dos mais emblemáticos personagens da história da Pediatria do Rio Grande do Norte foram homenageados no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN): o norte-americano Burris Duncan e o potiguar Ney Fonseca.

O médico estrangeiro trabalhou em Natal no antológico projeto internacional HOPE (Health Opportunities for People Everywhere – Oportunidade de Saúde para o Povo em Todas as Partes, em português) onde firmou parceria com o Dr. Ney Fonseca, então professor da UFRN e expoente da pediatria local ainda hoje.

O evento contou com as presenças da reitora da UFRN, Ângela Cruz; do presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber Morais; dos três superintendentes dos Hospitais Universitários potiguares, Maria Cláudia de Rubim (do Ana Bezerra), Stenio da Silveira (do Onofre Lopes) e Murillo Britto (da Januário Cicco); além do diretor do Centro de Ciências da Saúde da UFRN, Ênio Miranda; e da chefe da Unidade de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente (UASCA), Jussara Maia.

A programação contou ainda com palestra conferida pelos homenageados, perpetuando uma colaboração iniciada em 1972.

O navio-hospital

O Projeto HOPE foi uma iniciativa internacional de cuidados à saúde, através de um hospital itineranteem tempos de paz, capitaneado pelo médico Willians Walsh, que em 1958 convenceu o então presidente Dwight Eisenhower a doar o antigo navio USS Consolation da Marinha dos EUA, pesando 15.000 toneladas.

Com centenas de profissionais de saúde embarcados, o SS HOPE serviu de campo de capacitação os profissinais nativos, numa estrutura equipada com biblioteca, áreas de quarentena, aparelhos de raios-X, farmácia, banco de sangue, laboratório clínico, centro cirúrgico, salas de aula e conferências.

A embarcação ficou ancorada em Natal de fevereiro a dezembro de 1972, realizando 7.500 atendimentos, incluindo 1.307 cirurgias.

(Com informações de Hélcio Maranhão)

Sobre a Ebserh

Desde agosto de 2013, o Huol-UFRN é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.