Prática do aikido traz benefícios físicos e mentais

02/12/2015

Por: Tiago Rebolo
Foto: Tiago Rebolo
Arte marcial criada na primeira metade do século XX, o aikido abrange filosofia e crenças religiosas, além do estudo marcial propriamente dito. A prática, idealizada pelo japonês Morihei Ueshiba (1883-1969), tem como objetivo principal a defesa do ataque adversário, mas sem promover violência e estímulo desenfreado à competitividade e à rivalidade.
 
Por meio de técnicas variadas, o aikido consiste na prática e exercício de movimentos envolventes, com o principal objetivo de promover a defesa pessoal, fazendo um “uso inteligente da força”. Não é intuito do aikido desferir chutes e socos destrutivos e tentar “vencer” o oponente pela força.
 
A prática tem ganhado cada vez mais adeptos. No CEPE Natal (Clube dos Empregados da Petrobras), por exemplo, duas turmas colocam em prática os ensinamentos de Ueshiba duas vezes por semana. O professor Tarcísio Dantas, coordenador da modalidade no Clube, explica os conceitos do aikido. “Trata-se de um estilo de vida, de uma filosofia, e não de um esporte que prega a competição”, conta. “Sempre buscamos desenvolver nos praticantes a preocupação com o outro. O objetivo é neutralizar e desequilibrar o agressor, e não destruí-lo”, completa.
 
A prática traz melhorias no rendimento físico de quem pratica. O aikido promove benefícios no condicionamento físico, no fortalecimento muscular, no equilíbrio, na flexibilidade, na coordenação motora e na resistência cardiovascular.
 
Entretanto, os conceitos do aikido transcendem a habilidade física. Os praticantes da arte marcial são estimulados a se desenvolverem mentalmente e a praticarem a autoconfiança, a concentração e o altruísmo. Além disso, mais que se livrar de agressões, o aikido prega a prevenção de conflitos, a partir da adoção de um estilo próprio de vida. Os treinamentos são de ordem física, mas também emocional, mental e espiritual. “Uma das frases mais importantes do aikido é ‘A verdadeira vitória é sobre si mesmo, e não sobre o outro’”, relata o professor Tarcísio.
 
Na avaliação dos praticantes, a filosofia do aikido contribui para uma vida mais saudável e tranquila. “O maior aprendizado é ter tranquilidade e equilíbrio para enfrentar não só ataques físicos, mas também situações complicadas da vida. São lições para se levar para fora do tatame”, conta Felipe Souza, de 31 anos, e praticante do aikido há nove. Ele, assim como o chileno Oscar Reyes, de 62 anos, pratica a arte marcial no CEPE Natal. “Desde que eu comecei a praticar, houve uma melhora na percepção das coisas e também da resistência física e da respiração”, conta Reyes, que pratica há quase dez anos.
 
No CEPE Natal, os encontros para os treinos de aikido acontecem às segundas e quartas-feiras, a partir das 20h, e às terças e quintas-feiras, às 8h. As matrículas para as turmas estão abertas regularmente.
 
SERVIÇO:
Aikido no CEPE Natal
Turmas: Seg/Qua, às 20h – Ter/Qui, às 8h
Informações e matrícula: 3208-1534
 

 

Fonte: Assessoria