Fiart anuncia vencedores do Salão Vitrine

03/02/2015


A XX edição da Feira Internacional de Artesanato terminou com saldo positivo em todos os setores. Além da visitação, volume de vendas e da excelência da programação cultural, o evento premiou os três melhores trabalhos expostos, em resultado anunciado pela comissão responsável pela avaliação, no último dia da Fiart.

O vencedor do Salão Vitrine Fiart foi o artista potiguar Raimundo João de Araújo, conhecido por “Mundoca”. Sua escultura em madeira, chamada “Bacia Leiteira”, foi feita de maneira tridimensional e encantou a todos. Raimundo se inspirou em cenários do interior de Mato Grosso e concluiu o trabalho em 2011. A peça mede 1.20m X 90cm e o vencedor revelou felicidade pelo reconhecimento.

O segundo trabalho escolhido foi do artista potiguar Luís Sérgio de Macêdo, que apresentou uma escultura intitulada: “O Cristo Pós Morto”. Ele elogiou a maneira como a comissão escolheu os vencedores, “sem muita burocracia e de maneira bastante honesta”.

A terceira obra foi “Sagrada Família”, do também artista natalense Aldo Rodrigues, uma escultura feita com madeira de uma jaqueira.

O coordenador geral da feira Neiwaldo Guedes, viu como positiva mais esta edição da Fiart, e comentou a premiação do Salão dos Mestres, “é o reconhecimento do esforço do artista que coloca todo seu conhecimento, dom e amor em todas as peças, mas sabemos que sempre tem uma especial, onde seu talento se sobressai, e essas peças únicas, são postas à apreciação da comissão que escolhe as três melhores. Aqui não tem vencedor, todos saem reforçados na certeza que estão no caminho certo e a Fiart ganha a cada edição com a qualidade das obras expostas”.

O primeiro colocado recebeu um espaço pessoal gratuito para a próxima Fiart, enquanto os outros receberam troféus e certificados registrando suas posições.