Papo rápido com vereador Hugo Manso

17/07/2013

Por: Potiguar Notícias
Qual o motivo de sua viagem a Fortaleza hoje?
Quero conhecer as soluções para mobilidade urbana na cidade de Fortaleza que está muito mais adiantada do que Natal. Aliás estamos estudando soluções que deram certo em cidades do Brasil e do mundo para propormos que o município de Natal encontre caminhos que incluía outros modais e melhores os serviços prestados pelo transporte público. 
 
Vários modais integrados?
Sim. Estou propondo ciclovias. Por que não o ônibus terem espaços para as bicicletas. Precisamos ter bicicletários. VLT integrado com os demais modais. Há soluções e é nosso dever aplicar os melhores projetos. 
 
Qual a ideia do passe livre?
Quando surgiu esta reivindicações muita gente achava ser algo inatingível, mas não é. Hoje quem paga a gratuidade, a meia passagem dos estudantes e a própria passagem é o próprio trabalhador que não tem condições de ter sequer uma moto. Isto está errado. Se a UFRN e o IFRN fucionam gratuitamente ´para os estudantes, mas é pago por toda a sociedade através dos impostos. Logo, a gratuidade também pode ser bancada por toda a sociedade e não apenas por quem anda de ônibus. 
 
Qual a diferença das manifestações anteriores e da manifestação da última quinta-feira, articulada pelas centrais sindicais?
As manifestações dos jovens como a “revolta do busão”, tem um estilo próprio e são articuladas basicamente pela internet e não tem lideranças definidas. Já esta última manifestação trazem bandeiras de suas instituições e palavras de ordem que dizem respeito a lutas históricas. Nesta última, os partidos políticos também estiveram presentes.

Fonte: Potiguar Notícias