Secretário-geral da ONU sobre fim da guerra: “Precisamos de um diálogo eficaz”

26/04/2022


Foto: news.un.org

 

Durante entrevista coletiva em Moscou, nesta terça-feira, o secretário-geral da ONU, Antônio Guterres, falou sobre o atual estágio da guerra no Leste Europeu, que já se estende por mais de dois meses. Em tom de apelo, o dirigente pediu aos líderes russos e ucranianos que estabeleçam um diálogo efetivo visando a paz. 

 

O secretário esteve em solo russo para um encontro com Serguei Lavrov, chefe da diplomacia do Kremlin, a fim de tentar criar alternativas para fomentar o diálogo com a Ucrânia. "O que nos interessa muito é encontrar os meios para criar as condições de um diálogo eficaz, criar as condições para um cessar-fogo o mais rápido possível", afirmou Guterres.

 

Durante a exposição aos jornalistas presentes, Guterres, que deverá se encontrar com o presidente Vladimir Putin ainda hoje, acrescentou que a situação é complexa, uma vez que os interesses de ambos os lados são dissonantes. “Embora a situação na Ucrânia seja complexa, com interpretações diferentes do que acontece lá, é possível manter um diálogo sério sobre como agir para minimizar o sofrimento das pessoas", disse. 

 

Aparentemente fora das discussões em torno do conflito, a ONU, através do seu representante, busca uma aproximação com os dois países envolvidos na guerra. Após a reunião com Putin, Guterres deve ir até Kiev para um encontro com o presidente Volodymyr Zelensky, o qual criticou, na última semana, a visita do secretário a Moscou. “Não vejo nenhuma justiça ou lógica nesta ordem", enfatizou Zelensky em referência à ida do dirigente das Nações Unidas em um primeiro momento à Rússia.