"Não houve avanços nas tratativas de paz", diz porta-voz do Kremlin

29/03/2022


Foto: brasil247.com

 

Em declaração à imprensa internacional, nesta segunda-feira (28), Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin, comentou sobre as negociações de paz entre Rússia e Ucrânia, que travam um conflito bélico há mais de 1 mês. De acordo com o representante do governo russo, “não houve avanços significativos nas tratativas de cessar-fogo. 

 

“No momento, não podemos constatar nenhum progresso ou avanço significativo”, declarou Peskov à imprensa. 

 

Apesar do parecer em relação aos obstáculos em se estabelecer um acordo de paz, Peskov ressalta a importância dos diálogos entre as nações do Leste Europeu, sobretudo presenciais. Segundo o dirigente, as duas delegações deverão retomar as negociações ainda hoje na Turquia, sede escolhida para os encontros. 

 

No que concerne às tratativas, no último domingo (27), Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, admitiu a possibilidade de aceitar uma posição de neutralidade do país, principalmente no que se refere à sua posição frente à OTAN. Por outro lado, rejeitou com veemência o termo imposto por Vladimir Putin de “desnazificação” e “desmilitarização” da nação. 

 

Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, recebeu as delegações de ambos os lados em um palácio de Istambul, e deixou claro que cabe a eles “parar esta tragédia”. De acordo com a televisão ucraniana, as negociações começaram com “uma recepção fria” e nenhum aperto de mão”.