“Não vou falar agora”, diz Carlos Eduardo sobre crítica de Rogério Marinho

26/01/2022


Foto: potiguarnoticias.com.br

 

Envolvido em especulações sobre seu destino político, Carlos Eduardo (PDT) foi procurado pela imprensa para comentar as declarações de Rogério Marinho (PSDB), ministro do Desenvolvimento Regional, que exigiu uma definição política do ex-prefeito de Natal. O ex-mandatário ainda não definiu se estará na oposição à gestão de Fatima Bezerra ou fará uma composição de chapa com a governadora - seja como seu vice ou pleiteando a cadeira única do RN no Senado.

 

Em relação ao ultimato estabelecido por Rogério Marinho, Carlos Eduardo preferiu prolongar o mistério, adotando uma postura sucinta no discurso. “Não vou falar agora. Chegará o momento”, salientou. Perguntado mais uma vez, o ex-prefeito foi incisivo: “só falarei mais adiante. Agora, não”, finalizou a conversa.

 

De acordo com informações oriundas dos bastidores da política local, há uma possibilidade de parceria entre Carlos Eduardo e o deputado federal Benes Leocádio (Republicanos), a fim de disputar contra Fátima no pleito estadual. Ademais, as tratativas para a formação dessa aliança estão sendo conduzidas por Henrique Alves (MDB), o qual tenta viabilizar seu retorno à Câmara Federal, além do prefeito Álvaro Dias (PSDB), que quer emplacar a candidatura do seu filho Adjuto Dias para a Assembleia Legislativa.

 

Em entrevista concedida nesta semana, o ministro Rogério Marinho enalteceu o cabedal político de Carlos Eduardo, mas cobrou celeridade na sua decisão sobre seu destino. “É necessário que haja uma maior nitidez por parte de Carlos Eduardo, até porque o eleitorado do nosso Estado está desacreditando a política. O político tem que se mostrar. Tem que ser por inteiro. A população precisa entender, perceber e saber como o político se comporta (e quais seus posicionamentos)”, disse Marinho.