Projeto Música Potiguar e Seus Artistas é contemplado pela Lei Aldir Blanc

16/01/2021


 

         

          É notório que a COVID-19 vem causando uma grande devastação, tanto no aspecto emocional como no financeiro no mundo inteiro, pois, de repente, pessoas e empresas precisaram readaptar-se, apropriar-se do conhecimento da tecnologia da informática, realizar parcerias, desenvolver ações virtuais, criar redes, manter-se atualizado, buscar o novo sem medo, olhar para frente e para os lados e, ainda, aprender com os erros.

         Tudo isso, indubitavelmente, são desafios que precisamos enfrentar de forma irreversível, se quisermos continuar saudáveis, seja enquanto pessoa física, seja como pessoa jurídica, sendo, portanto, impossível permanecer na zona de conforto.

         Na Oficina Livre De Música não foi diferente. Diante do fechamento da empresa, em virtude da quarentena decretada em meados de março de 2020, os diretores da Escola Prof. Armando Souza e Francisca Filha, juntamente com a equipe de professores da escola, realizaram diversas ações pedagógicas e administrativas com a finalidade de minimizar os impactos causados pela pandemia mundial e, entre elas, o projeto Música Potiguar e Seus Artistas, inscrito e contemplado no Edital de Protagonismo da Fundação José Augusto, aportado pela lei Aldir Blanc. Trata-se da realização de quatro lives culturais com artistas do Rio Grande do Norte com o objetivo de valorizar e difundir através das redes a cultura musical potiguar, incentivando e oportunizando o surgimento de novos talentos. Todas as lives acontecerão pelo instagram @oficinalivredemusica, às 20h.

PROGRAMAÇÃO:
 22/JAN – Gilson do Acordeon
 29/JAN - Carlos Zens
 05/FEV – Egberto Trigueiro
 12 /FEV- Alexandre Moreira