Médica alerta: Câncer de próstata tem 90% de chance de cura se descoberto cedo

29/10/2020


 
Maior medo dos homens em relação a saúde, segundo o levantamento “Um Novo Olhar para a Saúde do Homem”, conduzido com mais de 2 mil brasileiros de todas as regiões do país pela revista SAÚDE, o câncer ainda traz estigmas ligados à doença. Hoje, há grandes chances de cura e para isso é importante o diagnóstico precoce, que só é possível com exames de rastreamento frequentes. O câncer de próstata é o tumor mais comum do sexo masculino (segundo o Instituto Nacional de Câncer – Inca -, um em cada seis brasileiros terão a doença ao longo da vida), porém, a doença tem 90% de chance de cura. Por isso, alerta a médica urologista potiguar Karla Avelino, o Novembro Azul chama a atenção para o diagnóstico precoce e o cuidado preventivo com a saúde do homem.
 
“O mês é de prevenção de câncer de próstata, mas precisamos reforçar sempre para o homem criar o hábito de procurar se cuidar assim como a mulher faz desde a adolescência”, explica Dra Karla. De acordo com ela, hábitos relativamente simples, como a prática regular de atividade física, redução do consumo de bebida alcoólica, cessação do tabagismo, alimentação equilibrada e baseada em frutas e verduras (distanciando-se do consumo de itens gordurosos, enlatados e ultraprocessados), bem como evitar a exposição solar excessiva (sobretudo sem a devida proteção), podem contribuir com a prevenção de enfermidades.
 
“É claro que um câncer também pode ser originado por outras questões, como genética desfavorável. Ou até por causas desconhecidas. Todos temos algum risco de contrair qualquer doença. Mas a influência do estilo de vida é inegável”, explica. Publicada em novembro de 2019, por 17 instituições do mundo, entre elas a Sociedade Americana de Câncer e o Colégio Americano de Medicina do Esporte, uma nova diretriz demonstrou que fazer exercícios físicos regulares pode melhorar a expectativa de vida de quem teve um câncer e até evitar que ele apareça.
 
Mas não é isso que se vê diariamente no consultório, afirma Dra Karla. Segundo pesquisa da revista SAÚDE, 29% dos homens alegam não realizar atividade física e 15% declaram que se exercitam apenas uma vez por semana. Quase 50% dos entrevistados afirmaram que estão com excesso de peso (42% acima do peso ideal e 6% muito acima do peso). Quando o assunto é o câncer de próstata (que reúne 32% dos casos), para aumentar as chances de cura da doença, depende-se quase exclusivamente do diagnóstico precoce, que consiste na realização periódica de exame de sangue para dosagem de PSA e do toque retal. Essas duas medidas, juntas, ainda são consideradas a principal estratégia a ser adotada pelos homens a partir dos 50 anos (ou a partir dos 40, se houver histórico familiar da doença).
 
A maioria dos cânceres apresentam pouco ou nenhum sintoma nos estágios iniciais. Por conta disso, a realização de exames de rastreamento que possibilitam o diagnóstico precoce é importante. Quanto menor e menos disseminado o câncer, maiores as chances de cura. “Esse mês, que as atenções se voltam aos cuidados que os homens devem ter com a sua saúde e a prevenção do câncer com a campanha Novembro Azul, o aprendizado que se deve ter é que é fundamental adotar hábitos saudáveis, ficar atento aos sinais que o corpo dá e seguir as recomendações médicas”, finaliza dra Karla.