Escritor e militante político Mery Medeiros morre aos 65 anos

09/07/2020


 
Nesta quarta-feira, morreu o escritor e militante Mery Medeiros, conhecido pela luta política e pela Democracia. O sepultamento, segundo a família, será nessa quinta-feira às 09h em Nova Cruz. Teria sofrido um infarto. 
 
Nasceu há 65 anos no distrito de Regomoleiro, em São Gonçalo do Amarante. Em 2001 recebeu o título de Cidadão Natalense pela Câmara dos Vereadores de Natal. ‘‘Defendo a cidadania desde 1963 quando era um jovem estudante’’, relembra.
 
Poeta, escritor, assessor sindical, dirigente comunitário e militante comunista, Mery escreveu obras engajadas, Das Evocações e dos Esquecidos (1999) e Lições de Democracia e Cidadania (2006); organizou debates nas escolas natalenses, reuniu comunidades para a defesa dos seus direitos.
 
Mery esteve preso por quatro vezes por ordens dos que faziam o Regime de Exceção. ‘Estive preso de forma intercaladas em Recife, Fortaleza e Natal por pertencer aos quadros do antigo Partido Comunista Brasileiro’, explica. ‘E acrescento que a cultura foi muito atingida pelas ações da Ditadura’.