Acordei de um pesadelo, mas o pesadelo continuou lá

20/04/2020

Por: KALINA PAIVA
 
O IFRN elegeu democraticamente José Arnóbio de Araújo Filho para o cargo de Reitor (2020 - 2024). Daí, em medida arbitrária, hoje, o Ministro da Educação, nomeou um professor de Mossoró, Josué de Oliveira Moreira que nem candidato foi!
 
Arnóbio foi escolhido porque conhece a Instituição e demonstrou excelência no trabalho, durante sua jornada como professor, coordenador, diretor geral. Várias ações foram colocadas em prática, por meio de gestões participativas.
 
Não é por acaso que foram criados mestrado e doutorado sob sua gestão. Também, temos visto o IFRN se destacar em Olimpíadas de conhecimento. Além de agigantar o Núcleo de Inovação Tecnológica em nosso campus.
 
Um homem humano, com carisma, disposto a fazer um trabalho que impulsione ainda mais o IFRN para os melhores resultados, honrando o compromisso social que a Instituição sempre teve.
 
Permitam-me ficar triste e me indignar com as arbitrariedades desse governo que não respeita democracia e odeia a educação.
 
Acordei de um pesadelo, mas o pesadelo continuou lá.